PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
15 dias

Bar burla fiscalização e promove balada com aglomeração em Florianópolis

Abinoan Santiago

Colaboração para o UOL, em Florianópolis

17/04/2021 12h36

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra pessoas aglomeradas e sem máscaras dentro de um ambiente fechado de um bar na noite de ontem, em Florianópolis. De acordo com a Guarda Municipal, o estabelecimento burlou a fiscalização ao orientar os clientes a usarem máscaras e manterem o distanciamento momentos antes da vistoria.

O caso gerou hoje a interdição do local e abertura de um processo administrativo pela Prefeitura de Florianópolis por descumprimento do decreto estadual que restringe o funcionamento dos bares e restaurantes.

O UOL telefonou, enviou mensagens de WhatsApp e email ao estabelecimento Lontra Bar, que ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

Nas imagens que circulam nas redes sociais, é possível ver pessoas em pé e sentadas sem o uso de máscaras e desrespeitando o distanciamento social. Em determinado momento do vídeo, o cantor pede para todo mundo ficar "sentadinho" em razão da fiscalização. Há correria dos clientes para procurarem uma cadeira.

Segundo o subcomandante da corporação, Ricardo Pastrana, o dono do bar teria recebido informação privilegiada momentos antes de os agentes entrarem no local.

"A nossa equipe fez a fiscalização, mas antes disso, todos os frequentadores foram orientados a sentarem e a usarem máscaras, respeitando o decreto estadual. Eles burlaram não apenas a fiscalização, mas a própria saúde da população", comentou.

Pastrana diz que a tentativa de burlar a fiscalização tem se tornado frequente em Florianópolis, que tem taxa de ocupação de 93% em leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) adulto para covid-19. Apenas nove estão vagos.

"Temos informações de que existem até olheiros contratados por esses estabelecimentos. Eles ficam em ruas do entorno e avisam para que dê tempo aos bares de se prepararem antes da chegada dos agentes. Vamos incluir este vídeo em processo administrativo. Temos feito as vistorias, mas só podemos atuar naquilo que estamos vendo no momento", afirma o subcomandante.

'É deboche', diz prefeitura

Em nota ao UOL, a Prefeitura de Florianópolis afirmou que abriu investigação na Vigilância Sanitária Municipal contra o Lontra Bar e interditou o local.

"O processo da vigilância sanitária é baseado em um vídeo que circula nas redes sociais onde responsáveis pela casa orientam os usuários a sentar e colocar a máscara quando a fiscalização chega ao local".

"A procuradoria municipal considerou um deboche e uma afronta à fiscalização o modus operandi do local e o histórico de infrações do grupo responsável pelo bar", completou a nota.

A interdição vale por 15 dias, segundo a prefeitura, e o valor da multa será calculado ao longo do processo administrativo.

A reportagem do UOL entrou em contato com o bar através das páginas do Facebook e Instagram mantidas pelo estabelecimento. Também foram enviadas mensagens e realizadas ligações através do WhatsApp, além do envio de email. O estabelecimento ainda não retornou nenhuma das tentativas.

Nas redes sociais, o bar diz que hoje acontecerá uma apresentação musical com sertanejo e DJ. A Prefeitura de Florianópolis, contudo, informou que vai notificar o estabelecimento antes da abertura para o evento.

Coronavírus