PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

'Call-center do crime': 4 mulheres são presas por aplicar golpes em idosos

Quatro mulheres foram presas suspeitas de atuarem em "call center do crime" em São Paulo - Divulgação/Polícia Civil
Quatro mulheres foram presas suspeitas de atuarem em 'call center do crime' em São Paulo Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Do UOL, em São Paulo

15/09/2021 10h48

Quatro mulheres foram presas por integrarem uma quadrilha que criou um falso call-center de bancos para roubar dados bancários e dinheiro de correntistas idosos em todo o país. O grupo utilizava até gravações simulando as que são usadas por instituições financeiras nos atendimentos telefônicos.

As prisões foram realizadas na tarde de ontem em um imóvel usado pelo grupo como central de atendimento, no bairro Perus, na zona oeste de São Paulo. Elas atuavam com operadoras, entrando em contato com as vítimas.

No local, que funcionava em um imóvel na rua Lago Huron, foram encontrados notebooks, celulares e planilhas com dados bancários para serem captados.

Por meio do celular, as vítimas digitavam dados (senhas e informações pessoais) que eram copiados pela quadrilha. Além disso, o grupo também retirava cartões magnéticos na casa das vítimas, o que era feito por motoboys ligados à quadrilha.

As quatro mulheres, com idades entre 18 e 19 anos, foram autuadas por estelionato e associação criminosa. Os materiais localizados foram apreendidos e encaminhados ao Instituto de Criminalística para análise pericial.

A ação foi deflagrada por agentes da 4ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Crimes Contra o Patrimônio (Disccpat) e do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

As diligências prosseguem para identificar mais integrantes da quadrilha.

Cotidiano