PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Espécie de gambá deixa cartucho de fuzil perto de gabinete de senador

Cartucho de fuzil carregado por saruê até o Senado - Reprodução
Cartucho de fuzil carregado por saruê até o Senado Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

28/10/2021 14h57

Um cartucho não disparado de fuzil foi achado perto do gabinete do senador Alvaro Dias (Podemos-PR), em Brasília. A Polícia Legislativa descobriu pelas câmeras de segurança que um saruê, uma espécie de gambá, é o culpado por deixar o objeto no Senado.

A informação foi publicada pelo G1 e confirmada pelo UOL. As imagens de segurança mostraram aos agentes o saruê carregando a bala da arma na boca até o prédio. Uma das teorias é que o animal encontrou o cartucho em um esgoto.

Em 2018, Alvaro Dias disputou a Presidência da República e ficou na nona posição. Em outubro de 2021, o senador afirmou que não irá concorrer ao pleito no ano que vem.

Isso porque ele compartilha o partido com Sergio Moro e prefere viabilizar uma candidatura do ex-ministro, na tentativa de se formar uma terceira via eleitoral para rivalizar Lula (PT) e Jair Bolsonaro (sem partido).

Após a declaração do senador, o Podemos aguarda uma posição de Moro se irá concorrer ou não, o que deve ser confirmado em novembro. Dias falou que antecipou a saída das eleições de 2022 para "facilitar" a decisão do ex-ministro.

Cotidiano