PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Bandido aponta arma para cabeça de ministro do TCU após invadir casa

Benjamin Zymler, ministro do TCU - Sergio Lima/Folhapress
Benjamin Zymler, ministro do TCU Imagem: Sergio Lima/Folhapress

Wanderley Preite Sobrinho

Do UOL, em São Paulo

05/12/2021 10h53Atualizada em 05/12/2021 22h09

Um homem apontou uma arma para a cabeça do ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Benjamin Zymler em tentativa de assalto na tarde de ontem, em Brasília.

O incidente ocorreu depois de dois bandidos invadirem a casa do ministro em tentativa de assalto, confirmou ao UOL a Polícia Militar do Distrito Federal.

"Fomos acionados às 15h35", afirma a assessoria da PM. "Fizemos o patrulhamento na região, mas não encontramos os bandidos."

Zymler, que ingressou no TCU em 1992 após prestar concurso, mora em uma residência no Lago Sul, região nobre de Brasília.

Os dois homens também renderam a esposa e a filha do ministro. A intenção era colocar todos os moradores em um cômodo para ter o caminho livre para roubar objetos da casa.

O plano, no entanto, teria sido frustrado pela cadela da família, que, ao latir, alertou o vigilante.

"Eles falaram 'sujou' e foram embora", contou o ministro ao site Metrópoles. Ele afirmou que estava traumatizado com o que se passou.

Foi a primeira vez que colocaram uma arma na minha cabeça. Não levaram nada da casa, mas é uma situação bem chata."
Benjamin Zymler, ministro do TCU

Cotidiano