PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Filha de Maria Bonita e Lampião processa motel por propaganda em Pernambuco

Lampião e Maria Bonita - Benjamin Abrahão/Biblioteca Nacional
Lampião e Maria Bonita Imagem: Benjamin Abrahão/Biblioteca Nacional

Do UOL, em São Paulo

17/05/2022 16h20

Expedita Ferreira Nunes, a única filha de Maria Bonita e Lampião, processou uma rede hoteleira por utilizar os nomes dos cangaceiros sem sua autorização em uma publicidade de um motel.

A empresa moveu um recurso, que foi hoje para a Quarta Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) e teve pedido de vista, ou seja, o caso levará mais tempo a ser julgado.

Um motel da rede em Pernambuco veiculou uma propaganda com a frase "Maria Bonita, acenda o Lampião". Segundo a defesa de Expedita, a hotelaria tinha "fins nitidamente comerciais", implicando em "posse indevida do patrimônio imaterial das lendárias figuras".

Inicialmente, o Tribunal de Justiça do Sergipe fixou uma indenização para a filha de Maria Bonita e Lampião em R$ 15 mil e depois reformou a pena para R$ 8 mil.

A empresa, então, recorreu ao STJ.

Cotidiano