PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Alpinistas registram cenário congelado e frio de -12°C em pico no Paraná

Guia filmou cenário congelado no Pico do Caratuva (PR) - Reprodução/Instagram
Guia filmou cenário congelado no Pico do Caratuva (PR) Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

20/05/2022 10h00Atualizada em 20/05/2022 10h05

Um grupo de alpinistas foi surpreendido com uma sensação térmica de -12°C no Pico do Caratuva, o segundo mais alto da região Sul. O alpinista Jhoni Siclei registrou o cenário completamente congelado após a subida, que fez acompanhado de outros três amigos, na manhã de ontem.

Guia em uma casa de ecoturismo, Siclei tentou dar seu depoimento ainda durante a aventura, compartilhadas nas redes sociais, mas sua voz foi abafada pelos fortes ventos na região, que diminuíam ainda mais a sensação térmica no pico, a 1.860 metros de altitude.

"A gente já tinha pesquisado um pouco da temperatura, mas não tinha nada falando desse ciclone. Só falava que ia ter o frio de 1 ou 2°C", relatou Siclei, de 36 anos, em depoimento ao jornal O Globo, lembrando a passagem do Yakecan, ciclone que levou neve e ventos de mais de 100 km/h à região Sul, com cidades gaúchas chegando a sensação térmica de -20°C.

O guia e seus amigos começaram a subida até o topo do pico às 22h20 da noite de quarta (18) e chegaram ao topo da montanha por volta de 0h30 de ontem. A ideia do grupo era aproveitar o amanhecer para filmar imagens aéreas da região, com o auxílio de um drone.

Eles dormiram em um acampamento improvisado, mas foram surpreendidos ao acordar e ver que seus planos eram impossíveis já que os fortes ventos e a grande quantidade de nuvens não permitiram o voo do equipamento e escondiam completamente a vista no pico do monte.

"Foi algo inédito. Não é normal. Eu já fui várias vezes em vários invernos e nunca peguei nada parecido", afirmou o montanhista.

Cotidiano