PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Graças a post, homem acha e devolve carteira com R$ 5 mil, cartões e senhas

Edson Schlogl é taxista há 10 anos e foi responsável por achar carteira cheia - Arquivo pessoal
Edson Schlogl é taxista há 10 anos e foi responsável por achar carteira cheia Imagem: Arquivo pessoal

Luccas Lucena e Anahi Martinho

Do UOL, em São Paulo, e Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/05/2022 20h17Atualizada em 21/05/2022 09h54

Um taxista de Blumenau (SC) mobilizou as redes sociais para encontrar a dona de uma carteira que possuía R$ 5 mil e 16 cartões, com várias senhas. O esforço deu certo, e Edson Schlogl, 55, conseguiu achar, no mesmo dia, a mulher que deixou o objeto cair no meio da rua, Izanete Gonçalves, 62, que usaria o dinheiro para quitar as contas do mês.

Ao UOL, Edson afirmou que viu a carteira cair de um carro, enquanto dirigia para buscar a esposa no trabalho.

"A carteira caiu e eu passei por cima, mas logo parei e olhei pelo retrovisor que um ciclista tinha pego. Pedi a carteira para ele e falei que tinha visto de qual carro caiu e ele me deu. Tentei alcançar o carro, mas um semáforo fechado me impediu de continuar".

Edson conta ainda que as senhas do cartão estavam todas anotadas em um papel e que o dinheiro havia sido sacado em uma agência bancária, para que a dona quitasse prestações a serem pagas nos dias seguintes.

Localizar a proprietária, no entanto, exigiu paciência. Ele contou que iniciou a mobilização nas redes sociais na sexta-feira (13), após não achar endereço e nem telefone entre os documentos.

"Sempre tento achar a pessoa, mas, como não encontrei nada que pudesse ajudar, como endereço ou telefone, fui procurar se a pessoa tinha rede social", disse. Ele acabou encontrando a mulher, porém ela não retornou seus contatos.

O taxista afirmou que "se colocou no lugar da pessoa" e continuou as buscas, imaginando que ela estava nervosa ou que poderia ter perdido o telefone no incidente. Nervoso com a situação, ele conta que não conseguiu comemorar o aniversário de namoro com a esposa — que foi quem primeiro viu um desabafo da família da mulher.

"Ela viu uma postagem da filha da proprietária da carteira, falando que a mãe estava desesperada. Entramos em contato e elas vieram buscar, mas ela [a dona da carteira] estava muito nervosa, tanto que foram procurar nas lixeiras próximas ao local em que sentiram a falta do objeto".

"Ainda existem pessoas boas"

Thaysa Gonçalves, 31, filha de Izanete Gonçalves, 62, a dona da carteira, afirmou ao UOL que "o desespero foi grande". Ela conta que decidiu acompanhar a mãe ao banco justamente para evitar que ela esquecesse algo.

"A gente foi sacar o salário dela para pagar contas. Saindo do banco, ela colocou a carteira em cima do carro para procurar um papel para me entregar. Eu não vi, ninguém viu, e saímos com o carro com a carteira em cima", relatou Thaysa.

Duas horas depois, a família foi jantar em uma pizzaria e só na hora de pagar a conta, Izanete deu por falta da carteira. "Nessa hora bateu o desespero. Refizemos todo o trajeto de volta até o banco, olhando as lixeiras, e nada. O pior é que era sexta-feira, se alguém achasse, estaria tudo perdido. Ela deixa um papel com todas as senhas anotadas", contou a filha.

Após cancelarem os cartões, Thaysa decidiu fazer uma postagem em suas redes sociais, onde tem cerca de 5 mil seguidores. Por volta das 23h, Fran, esposa de Edson, entrou em contato pela rede social, dizendo que o marido havia encontrado a carteira.

"Estava tudo intacto. Oferecemos recompensa, mas eles não aceitaram. Não é qualquer um que faz isso, principalmente hoje em dia, na situação em que estamos. Foi um alívio grande. Ainda existem pessoas boas nesse mundo", concluiu Thaysa.

Cotidiano