Topo

Conteúdo publicado há
10 meses

Médico que receitou sorvete e jogo 'Free Fire' em atendimento é demitido

Médico receitou sorvete de chocolate e "Free Fire" após paciente relatar sintomas gripais - Arquivo pessoal
Médico receitou sorvete de chocolate e 'Free Fire' após paciente relatar sintomas gripais Imagem: Arquivo pessoal

Do UOL, em São Paulo

30/05/2023 17h16Atualizada em 30/05/2023 20h21

O médico Marcos Wesley Silva foi demitido após receitar sorvete de chocolate e "Free Fire", um jogo eletrônico para celular, a um menino de 9 anos que apresentava sintomas gripais em atendimento realizado na UPA Jardim Conceição, em Osasco (SP), em 18 de maio.

O que aconteceu:

O desligamento do médico foi realizado pela OS (Organização Social) responsável pela administração das UPAs, segundo a Prefeitura de Osasco.

No atendimento, Marcos Wesley Silva questionou a mãe sobre os sintomas apresentados pelo filho. Depois, sem examinar a criança, Silva prescreveu amoxicilina, ibuprofeno, dipirona, prednisolona e acetilcisteina.

Além dos medicamentos, ao final da receita, o médico acrescentou "sorvete de chocolate duas vezes ao dia e Free Fire diário". O médico não deu nenhum tipo de explicação sobre o uso dos medicamentos, segundo a mãe.

A mãe fez uma denúncia por e-mail ao Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), mas o órgão respondeu que isso deve ser feito por carta ou pessoalmente. O carimbo de Silva aponta que ele é neurologista, porém, o cadastro dele no Cremesp, apesar de estar ativo, não consta a especialidade.

O Cremesp afirmou que até o momento não foi notificado oficialmente pelo caso. Também informou que tão logo a denúncia seja recebida, será iniciado o processo de apuração do caso.

O UOL não conseguiu contato com o médico Marcos Wesley Silva. O espaço segue aberto para manifestação.