Empresário é morto a tiros em parque de vaquejada de cantor no Ceará

O empresário Janeudo Cunha Calou, 44, foi morto a tiros em um parque de vaquejada na zona rural de Iracema, no Ceará, nesta sexta-feira (8).

O que aconteceu

Empresário do ramo alimentício, Janeudo se divertia na "Vaquejada do Vianna" quando foi alvejado com vários tiros. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. As informações são da SSPDS (Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social) do Ceará.

Um outro homem, que não teve a identidade divulgada, também foi atingido pelos disparos. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Maria Roque Macedo. Em seguida, foi transferido para o Hospital Regional Vale do Jaguaribe, em Limoeiro do Norte. Não há informações atualizadas sobre o estado de saúde dele.

O local onde o crime ocorreu é propriedade do cantor Junior Vianna, que soma mais de três milhões de seguidores no Instagram. Após o ocorrido, o artista divulgou comunicado no Instagram para anunciar o cancelamento de seu DVD de 10 anos de carreira, que estava marcado para ser gravado neste sábado (9), na "Vaquejada do Vianna," em Iracema.

O cantor alegou "recomendações médicas" para o cancelamento e não fez menção a morte do empresário. "Contamos com a compreensão de todos e apoio para uma boa recuperação e bem-estar do artista", diz a nota. O UOL entrou em contato com Junior Vianna para pedir um posicionamento, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto para manifestação.

O caso é investigado pela Delegacia Municipal de Iracema. Até o momento, o autor dos disparos não foi preso. A motivação para o crime ainda não foi esclarecida.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora