Como foram as execuções policiais no Guarujá; ouça no podcast UOL Prime

O podcast UOL Prime, apresentado por José Roberto de Toledo, estreia nesta quinta-feira (18) com detalhes e bastidores da reportagem sobre a Operação Escudo, do repórter Luís Adorno. Você pode ouvir no arquivo acima a íntegra do episódio, que tem como base a reportagem "Versão da favela: PM executou, torturou e forjou provas em ação no Guarujá", publicada em UOL Prime —área com notícias exclusivas e o melhor do jornalismo do UOL.

"Todas as histórias que estavam sendo contadas, inclusive pela imprensa até o momento, só diziam a versão policial. E a versão policial, esmiuçando um pouco, sem muito aprofundamento, já dava para ver que tinha alguns furos", afirmou Adorno no podcast. Na conversa, ele detalha quais são essas falhas e relata as experiências que viveu durante a apuração da reportagem no Guarujá.

Cinco dos 28 mortos retratados durante reportagem especial do UOL sobre a Operação Escudo
Cinco dos 28 mortos retratados durante reportagem especial do UOL sobre a Operação Escudo Imagem: Arte/UOL

O repórter exemplifica uma dessas falhas: o laudo cadavérico de um dos primeiros mortos tinha várias marcas recentes similares às de queimadura de cigarro, mas o laudo não continha essa informação. O repórter também detalha o "batismo de assassinato" de um policial, após matar uma pessoa, e relata a experiência que teve no Guarujá ao encontrar parentes de uma das vítimas logo após sua execução.

Nas favelas da Baixada Santista, as testemunhas relatavam medo de serem vistas conversando com Adorno, mesmo sem gravar, pelo receio de policiais à paisana estarem observando. Algumas delas demonstravam, inclusive, preocupação com o repórter. "Você é jovem, negro e tatuado. Não falta nada para os PMs confundirem você e você ser morto aqui", diziam.

A Operação Escudo —realizada do final de julho ao começo de setembro de 2023— tinha a premissa de combater traficantes na Baixada Santista e deixou 28 mortos. Foi a segunda ação mais violenta da história da PM paulista, atrás apenas do massacre do Carandiru, quando PMs da capital paulista mataram pelo menos 111 detentos em outubro de 1992. Confira a reportagem completa em UOL Prime.

O podcast UOL Prime é publicado às quintas-feiras no YouTube do UOL Prime, Spotify, Apple Podcasts, Amazon Music, Deezer e em todas as plataformas de podcast.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes