Conteúdo publicado há 1 mês

Cariani usou dados de crianças para comprar hormônio de crescimento, diz PF

O influenciador fitness Renato Cariani usou dados de crianças para comprar hormônios de crescimento com desconto, segundo relatório da PF.

O que aconteceu

Informação integra documento da PF que tem trocas de mensagens entre Cariani e uma amiga dele. Na conversa, ocorrida em julho de 2017, o influenciador pergunta se uma colega consegue providenciar o nome de duas crianças e dos pais delas para ele fazer as compras. "Consigo, sim", responde a amiga.

Colega usava dados de crianças para fazer cadastros junto a farmacêuticas. O UOL apurou que o objetivo de Cariani com o esquema, segundo a PF, seria comprar os hormônios por preços mais baixos. "Já liguei lá. Fiz o cadastro e ela me enviou o número do voucher", escreveu a amiga do influenciador em uma das mensagens.

Material da PF é o mesmo que deu origem a denúncia que tornou Cariani réu por tráfico de drogas. Apesar de constar nas investigações da corporação, não há, nesse momento, um inquérito em andamento pelo MP de São Paulo sobre essas mensagens. Elas não constam na denúncia do MP contra o influencer.

O influenciador negou que tenha usado dados de crianças em esquema ilegal. Em vídeo publicado no YouTube, Cariani afirmou que tratava com a amiga de uma "questão comercial para liberação de voucher dentro da indústria farmacêutica". "Foram apenas duas vezes que eu precisei desse voucher, que não tem nada a ver com a receita, prescrição médica, com nada, de um medicamento que eu recebo prescrição para utilizar e que eu nem me recordo se eu consegui viabilizar esses vouchers ou não, porque [ocorreu] há sete anos. Gente, foram duas tentativas que nem sei se deu certo", disse.

Réu por tráfico e lavagem de dinheiro

A Justiça aceitou denúncia contra o influenciador e outras quatro pessoas. Eles vão responder por suspeita de tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

O grupo teria desviado produtos químicos para produção de drogas. Segundo denúncia do MP de São Paulo e da Receita Federal, os casos ocorreram entre os anos de 2014 e 2020.

Os réus também teriam ocultado e dissimulado procedência do dinheiro. "Os valores provenientes dos crimes de tráfico de drogas acima noticiados, por meio de depósitos em espécie realizados por interpostas pessoas, convertendo em ativo lícito o montante aproximado de R$ 2.407.216,00 (dois milhões, quatrocentos e sete mil e duzentos e dezesseis reais)", diz a denúncia do MP.

Continua após a publicidade

Quem é Renato Cariani

Renato Cariani é fisiculturista e influencer fitness, com mais de 4 milhões de inscritos em seu canal no YouTube. Graduado em Química pela Universidade Metropolitana de Santos, ele exibe em suas biografias nas redes sociais que é professor de química, além de professor de educação física, empresário e youtuber.

Somadas todas as redes sociais, Renato Cariani tem mais de 13,6 milhões de seguidores. Ele se apresenta como coach e instrutor de condicionamento físico, é atleta profissional de fisiculturismo e também participa de competições nacionais e internacionais.

Deixe seu comentário

Só para assinantes