Conteúdo publicado há 3 meses

FAB intercepta avião vindo da Bolívia; aeronave foi queimada por suspeitos

A FAB (Força Aérea Brasileira) interceptou, nesta quarta-feira (10), uma aeronave vinda da Bolívia que entrou ilegalmente no espaço aéreo do Brasil.

O que aconteceu

Bimotor entrou de forma ilegal no país no começo da tarde desta quarta-feira (10). A aeronave foi orientada a fazer um pouso obrigatório em Cacoal (RO), não obedeceu e a FAB disparou um tiro de aviso.

Aeronave fez um pouso forçado em Rondolândia (MT). Em seguida, os tripulantes desceram, atearam fogo no avião e fugiram em seguida.

Nesta quinta-feira (11), a Polícia Civil de Rondônia divulgou que o piloto foi preso pouco depois do pouso forçado. Ele tentava fugir utilizando um mototáxi, mas foi capturado.

Ele admitiu a participação no crime. Segundo a Polícia Civil, o piloto também indicou um segundo suspeito, que segue foragido.

O Comandante de Operações Aeroespaciais, tenente-brigadeiro do ar Hudson Costa Potiguara, disse que a interceptação foi um sucesso. "É com grande satisfação que o COMAE, junto à Polícia Federal, anuncia o êxito em mais uma missão de interceptação, em que interrompemos o fluxo de uma aeronave clandestina. Isso mostra a prontidão na rastreabilidade de tudo que está entrando no Brasil", destacou.

FAB informou que a aeronave era usada para o tráfico transfronteiriço por via aérea. O avião foi queimado porque tinha droga e os criminosos não queriam deixar rastros.

Deixe seu comentário

Só para assinantes