Conteúdo publicado há 2 meses

RS tem 447 municípios atingidos pelas enchentes; mortes chegam a 145

O Rio Grande do Sul tem 447 municípios atingidos pelas enchentes que assolam o estado desde o final de abril. As informações foram divulgadas em boletim da Defesa Civil, na noite deste domingo (12). No início do dia, o número era de 446 municípios.

O que aconteceu

Boletim ainda mostra 2.115.703 pessoas afetadas pelas fortes chuvas no RS. Segundo o órgão estadual, há 806 feridos, 131 desaparecidos e 145 mortes confirmadas. O balanço foi atualizado pela Defesa Civil às 20h45 com o aumento no número de mortos e desaparecidos.

Número de desalojados aumentou desde o boletim das 12h, passando de 538.284 para 538.743. Porém, houve redução no número de pessoas em abrigos. Agora, são 81.200 acolhidas.

Foram resgatados 76.399 e 10.555 animais. Há um efetivo de 27.589 agentes nas ruas, além de 4.398 viaturas, 41 aeronaves e 340 embarcações.

Chuvas não param, e rios sobem

Rádios veiculando alertas de evacuação a pedido de prefeituras do interior, rios voltando a subir e deslizamento causando morte na serra. O Rio Grande do Sul volta a sentir as consequências da chuva que voltou na sexta-feira (10) à noite e não parou.

Ruas de Lajeado (RS) que estavam secas, por exemplo, estão inundadas outra vez. O trabalho de limpeza que moradores haviam começado se mostrou inútil porque a parte da cidade que eles moram foi tomada pela água novamente.

Nas últimas 24 horas choveu de forma intensa. Foram 120 milímetros de precipitação na serra e região metropolitana de Porto Alegre.

O Guaíba ilustra bem o momento do Rio Grande do Sul. Até a semana passada, a maior enchente da história de Porto Alegre era a de 1941. Este recorde permaneceu válido por 83 anos. Ocorre que a nova marca história será batida em menos de 7 dias se a previsão dos hidrólogos estiver correta.

Deixe seu comentário

Só para assinantes