Conteúdo publicado há 16 dias

Casal que agrediu ladrões durante assalto tinha comprado carro há um dia

O casal que reagiu a uma tentativa de assalto no Jardim Europa, em Uberlândia (MG), tinha acabado de comprar o carro.

O que aconteceu

Vídeo do casal agredindo dois ladrões viralizou nas redes sociais. Eles contaram ao UOL que estavam com o carro há um dia e que só reagiram ao assalto quando perceberam que os bandidos não estavam armados.

Eles decidiram sair para dar uma volta e "ver se estava tudo certinho" com o novo carro, contou a garçonete Luísa Alexandra da Silva, 18. O casal foi abordado por dois homens em uma moto na porta de casa na madrugada de 20 de maio.

Luísa diz que percebeu que seria assaltada quando viu a moto dando meia volta. "A primeira coisa que eu pensei foi: 'Meu deus do céu, não deu nem tempo de fazer o seguro'".

O marido de Luísa, Fênix Oliveira, 27, estava no banco de motorista. Ele sai do carro quando um dos bandidos se aproxima, mas é agredido com empurrões e cabeçadas. Ele revida e troca socos e chutes com os dois ladrões.

Luísa diz que o marido só reagiu porque os ladrões estavam blefando. " [Ele] agarrou a cintura do bandido e viu que eles não estavam armados. Mas não indico ninguém a reagir a assalto nenhum".

Ela também entrou na briga e agrediu os ladrões. No vídeo, Luísa aparece dando socos e derrubando um dos ladrões no chão. Um deles tenta fugir sem o comparsa e é derrubado da moto por uma voadora de Fênix.

Uma vizinha viu a tentativa de assalto e ligou para a polícia. O marido dela saiu na rua para tentar segurar os bandidos, mas os dois conseguiram fugir. "A PM falou que não tinha como mandar viatura no momento", diz Luísa.

Nenhum pertence de Luísa ou Fênix foi levado. Os capacetes e o celular de um dos ladrões ficou jogado na rua.

Continua após a publicidade

Apesar do susto, Luísa contou que o bairro costuma ser tranquilo. "É o horário que eu chego do serviço. Eu trabalho em um bar".

O casal tentou registrar BO no dia seguinte, mas foram informados que a delegacia estava sem sistema. "O policial disse que mesmo se o sistema estivesse funcionasse não iria registrar o BO porque eles não iriam atrás disso".

PM diz que foi acionada, mas não encontrou ninguém. "O Comando do 32º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais informa que houve uma solicitação noticiando um roubo por volta das 3h12 do dia 20/05, no bairro Jardim Europa, e viaturas que estavam no turno foram empenhadas no local da chamada, mas a solicitante não foi localizada", informou em nota a PM de Minas Gerais.

Por volta das 13h de hoje, o UOL questionou a PM sobre a atitude do policial, que teria dito que não registraria o BO. A matéria será atualizada se houver resposta.

Deixe seu comentário

Só para assinantes