PUBLICIDADE
Topo

Ibope em Macapá: Josiel tem 22%, Patrícia, 15%, Dr. Furlan,15%, e Capi, 11%

Candidato à Prefeitura de Macapá, Josiel Alcolumbre  - Emerson Renon/Assembleia Legislativa do Amapá
Candidato à Prefeitura de Macapá, Josiel Alcolumbre Imagem: Emerson Renon/Assembleia Legislativa do Amapá

Do UOL, em São Paulo

11/11/2020 19h49Atualizada em 11/11/2020 21h26

A pesquisa Ibope de intenção de votos dos candidatos à Prefeitura de Macapá, divulgada hoje (11), mostra o candidato Josiel Alcolumbre (DEM) com 22% — uma queda de 9 pontos percentuais em relação ao levantamento de 28 de outubro.

Josiel está agora tecnicamente empatado com Patrícia Ferraz (Podemos) e Dr. Furlan (Cidadania), ambos com 15%, depois de oscilarem positivamente 4 pontos cada um.

Já João Capiberibe, o Capi (PSB), tem 11% (oscilou negativamente 4 pontos) e se encontra tecnicamente empatado com Furlan e Patrícia

Brancos e Nulos são 12%. Não sabem ou não responderam são 3%. A margem de erro é de quatro pontos percentuais, para cima ou para baixo.

Nesta noite, o TRE-AP (Tribunal Regional Eleitoral do Amapá) solicitou formalmente ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o adiamento das eleições em Macapá devido à falta de energia e por questão de segurança — um apagão afetou todas as 16 cidades do Estado e até agora, oito dias depois, não teve 100% de sua energia restabelecida.

Confira as porcentagens que cada candidato obteve no levantamento:

  • Josiel (DEM): 22%
  • Patrícia Ferraz (Podemos): 15%
  • Dr. Furlan (Cidadania): 15%
  • Capi (PSB): 11%
  • Guaracy (PSL): 6%
  • Cirilo Fernandes (PRTB): 6%
  • Paulo Lemos (PSOL): 4%
  • Professor Marcos (PT): 2%
  • Haroldo Iram (PTC): 2%
  • Gianfranco (PSTU): 1%

Evolução

Confira a evolução dos candidatos em comparação à última pesquisa Ibope em 28 de outubro:

  • Josiel (DEM) passou de 31% para 22%;
  • Patrícia Ferraz (Podemos) passou de 11% para 15%;
  • Dr Furlan (Cidadania) passou de 11% para 15%;
  • Capi (PSB) passou de 15% para 11%;
  • Guaracy (PSL) se manteve em 6%;
  • Cirilo Fernandes (PRTB) passou de 7% para 6%;
  • Paulo Lemos (PSOL) passou de 1% para 4%;
  • Haroldo (PTC) Iram passou de 3% para 2%;
  • Professor Marcos (PT) passou de 1% para 2%;
  • Gianfranco (PSTU) se manteve em 1%;
  • Brancos e Nulos passou de 8% para 12%;
  • Não souberam ou não responderam passou de 4% para 3%

Rejeição

Capi lidera o índice de rejeição com 53%. Josiel vem em segundo com 36%. Eles são seguidos por Patrícia Ferraz que tem 26%, Guaracy com 22% e Professor Marcos com 17%.

  • Capi (PSB): 53%
  • Josiel (DEM): 36%
  • Patrícia Ferraz (Podemos): 26%
  • Guaracy (PSL): 22%
  • Professor Marcos (PT): 17%
  • Paulo Lemos (Psol): 16%
  • Cirilo Fernandes (PRTB): 15%
  • Dr. Furlan (Cidadania): 13%
  • Gianfranco (PSTU): 13%
  • Haroldo Iram (PTC): 11%

Poderiam votar em todos somam 1%. Não sabem ou não quiseram opinar foram 6%. Como os entrevistados podem apontar mais de uma resposta, a soma das rejeições dá mais de 100%.

Foram entrevistadas 504 pessoas, por telefone, entre os dias 9 e 11 de novembro. Contratada pela Rede Amazônica, a pesquisa Ibope tem nível de confiança estimado em 95%, o que significa dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerada a margem de erro.

A pesquisa foi registrada no TRE-AP (Tribunal Regional Eleitoral do Amapá) sob o nº 04406/2020.