PUBLICIDADE
Topo

CoronaVac: Intervalo entre as doses é de 28 dias; tire suas dúvidas

FERNANDO SILVA /ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: FERNANDO SILVA /ESTADÃO CONTEÚDO

Leonardo Martins

Do UOL, em São Paulo

21/01/2022 04h00Atualizada em 07/02/2022 17h52

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) liberou, em 20 de janeiro, a imunização de crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos com a vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, e desenvolvida em parceria com o laboratório Sinovac Biotech, da China.

O Butantan afirma que pode fornecer 30 milhões de doses ao Ministério da Saúde —o primeiro lote, com entrega imediata, seria de 10 milhões. Mas o contrato ainda não foi fechado.

Não é novidade que as crianças a partir de 5 anos já podiam ser vacinadas com o imunizante da Pfizer. Mas, com a disponibilidade da CoronaVac, é possível que surja dúvida entre mães, pais e responsáveis. O UOL separou perguntas frequentes sobre o imunizante.

CoronaVac: entenda as orientações sobre a vacina

Como funciona a vacinação com CoronaVac?

Cada município define onde funcionam os postos de vacinação. Por enquanto, os estados e prefeituras estão usando, na vacinação infantil, estoques restantes de CoronaVac, que foram adquiridos pelo Ministério da Saúde e por alguns governadores no ano passado e ainda não tinham sido aplicados.

O calendário varia de acordo com a administração local e a disponibilidade de doses.

Logo após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) liberar a aplicação de CoronaVac para crianças e jovens, o estado de São Paulo anunciou que tinha 8 milhões de doses para este público e iniciou a distribuição entre os 645 municípios. Só a cidade de São Paulo recebeu, na primeira remessa, 801,5 mil doses.

Quem pode tomar CoronaVac?

Crianças e adolescentes a partir dos 6 anos de idade. Crianças imunocomprometidas (com baixa imunidade) não devem ser vacinadas com CoronaVac.

Quantas doses são aplicadas?

A CoronaVac precisa de duas doses para imunização completa.

Qual é o intervalo entre as doses?

Para a CoronaVac, o intervalo é de 28 dias, conforme orientação do Instituto Butantan, que produz a vacina.

Na cidade de São Paulo, cogitou-se reduzir o intervalo para 14 dias, mas, em 25 de janeiro, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) afirmou que teve início uma reorientação nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) para que a segunda dose do imunizante seja agendada em 28 dias.

Quais as reações adversas?

Ainda não há informações da fabricante sobre essas reações na bula brasileira da CoronaVac, em relação às crianças. Mas sintomas comuns identificados em outros países são dor, vermelhidão ou inchaço no local da aplicação, mal-estar geral, febre, dor de cabeça e muscular, entre outros. Todos esses sintomas são considerados normais.

Por que a Anvisa liberou CoronaVac só para crianças com mais de 6 anos?

Porque a Anvisa entendeu que não há estudos suficientes que comprovem a eficácia para a faixa de 3, 4 e 5 anos.

Existe diferença entre CoronaVac para criança e adulto?

Não. A vacina e a dosagem são as mesmas.

Quais as diferenças entre as vacinas da Pfizer e CoronaVac?

As diferenças estão, principalmente, na tecnologia da vacina. A CoronaVac usa o vírus inativado (morto) para estimular uma resposta do organismo e imunizar contra a covid-19. A vacina e a quantidade de doses para crianças é a mesma que para adultos. O intervalo entre as duas doses é de 28 dias.

Já a vacina da Pfizer usa a tecnologia de RNA mensageiro. Uma molécula sintética do vírus instrui o organismo a produzir as proteínas encontradas na superfície, dificultando a invasão das células humanas.

A vacina da Pfizer tem intervalo de oito semanas entre as duas doses e usa vacinas com composições diferentes para adultos e crianças.

As duas vacinas foram aprovadas pela Anvisa e são comprovadamente eficazes contra a covid-19.

Meu filho teve gripe. Ele pode tomar CoronaVac?

Se ele não estiver com febre, pode tomar.

Meu filho pegou covid. Ele pode tomar CoronaVac?

Ele pode tomar, mas só depois de 30 dias do teste positivo para covid-19. Não é permitido tomar antes.

A criança fica imune quanto tempo depois da primeira dose?

Todos os vacinados com a CoronaVac só estão completamente imunizados depois de tomar as duas doses de vacina, com intervalo de 28 dias.

Quais países já aplicam CoronaVac em crianças?

A CoronaVac já é usada em crianças de três a 11 anos na China, Hong Kong, Chile, Equador, Indonésia e Camboja, segundo o Butantan. A China foi a primeira a liberar o uso da vacina.

Fonte: Governo de São Paulo e Anvisa

Saúde

Saúde