PUBLICIDADE
Topo

Artigo: 11 de Setembro - um ataque contra a humanidade

Thomas Kelly*

11/09/2010 07h00

  • Slideshow mostra imagens dos atentados de 11 de setembro de 2001 em Nova York; assista

O 11 de Setembro para os Estados Unidos sempre será um dia de tragédia inexprimível, mas também um que exibiu o melhor da humanidade. Pessoas demais sofreram uma violência terrível e perda. Mas também testemunhamos heroísmo, generosidade e a compaixão dos indivíduos, nos Estados Unidos e por todo o mundo, em resposta a esta tragédia. 

Os ataques em Nova York e Washington não foram direcionados apenas contra os Estados Unidos e os americanos. Muçulmanos, judeus, cristãos e budistas estavam entre as vítimas dos ataques ao World Trade Center, ao Pentágono, e no voo da United Airlines que caiu na Pensilvânia. Cidadãos de mais de 70 países, incluindo o Brasil, morreram naquele dia. 

TVs do mundo todo acompanharam os atentados ao vivo; assista

A comemoração deste ano daqueles eventos horríveis está sendo ofuscada na mídia pelo plano odioso de um indivíduo na Flórida de queimar o Alcorão Sagrado em sua igreja na Flórida, no dia 11 de setembro. O presidente Obama e a secretária de Estado, Hillary Clinton, assim como líderes religiosos de todas as fés, condenaram este ato como desrespeitoso e deplorável. A liberdade de religião é um dos princípios fundadores dos Estados Unidos. Nós somos uma nação de povos de diferentes fés que, por mais de dois séculos, coexistiram pacificamente, com respeito mútuo uns pelos outros. 

A ameaça do extremismo violento ainda existe, e os Estados Unidos permanecerão vigilantes. Assim, em 11 de setembro, nós convocamos todos os países e povos para se unirem contra os grupos que buscam prejudicar a comunidade mundial e nossos valores compartilhados de liberdade, tolerância e democracia.

*Thomas Kelly é cônsul-geral do Consulado dos Estados Unidos em São Paulo

Tradução: George El Khouri Andolfato

Internacional