Topo

Papa Francisco tem boa saúde e ritmo normal de trabalho, diz porta-voz do Vaticano

Do UOL, em São Paulo

14/03/2013 11h08

O papa Francisco possui boas condições de saúde e ritmo normal de trabalho, disse nesta quinta-feira (14) o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi. Segundo Lombardi, o problema no pulmão do novo papa ocorreu há mais de 40 anos, em sua adolescência, e não deixou sequelas. O argentino de 76 teve um dos pulmões removidos por causa de uma infecção.

"O papa está curado [de infecção no pulmão]. Após mais de 40 anos, nunca se verificou nenhum vestígio [de doença]. Quem trabalha com ele sabe que está bem, mantém seu ritmo de trabalho", disse o porta-voz da Santa Sé.

O padre Lombardi afirmou também que é algo extraordinário para ele, que pertence à ordem dos jesuítas, ver um jesuíta escolhido como papa. "Na nossa tradição, somos voltados para servir sendo enviados para fronteiras, em grande solidariedade e obediência a nossa missão. [Francisco] é um jesuíta que recebe uma missão particular, que nenhum jesuíta na história jamais recebeu". 

Com a escolha do argentino Jorge Mario Bergoglio, é a primeira vez que um padre da Companhia de Jesus vira papa.

Na coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje, Lombardi afirmou que o papa iniciará seus serviços em uma "grande ocasião", com as celebrações da missa de Domingo de Ramos, Sexta-Feira Santa e Domingo de Páscoa.

"Sou muito grato a Bento 16, que tomou em sua mente essa perspectiva, de que o novo papa poderia começar seu serviço com a Semana Santa e a Páscoa. Tenho certeza que Bento 16 pensou nisso ao apresentar sua renúncia em fevereiro", disse Lombardi.

Encontro com Bento 16

O porta-voz confirmou que após ser eleito, Francisco fez uma ligação para o papa emérito Bento 16.

Lombardi disse que por enquanto não está previsto que o papa Francisco irá para Castel Gandolfo visitar pessoalmente seu antecessor.

"Isto será feito, mas não nestes dias", explicou.
 

Mais Internacional