Trump e Sanders são os vencedores das primárias desta terça nos EUA

Do UOL, em São Paulo

  • Jake Parrish/Reuters e Rich Pedroncelli/AP

O senador Bernie Sanders venceu nesta terça-feira (20) as primárias democratas realizadas na Virgínia Ocidental. Apesar da vitória, ele ainda está distante de vencer a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, que tem ampla vantagem na contagem de delegados. Do lado republicano, o magnata imobiliário Donald Trump venceu as primárias do Partido Republicano na Virgínia Ocidental e no Nebraska, na primeira disputa em que foi o único candidato após a desistência de seus rivais.

Mesmo sendo derrotada, Hillary continuará somando delegados e se aproximando cada vez mais do mínimo necessário de 2.383 delegados para conquistar a indicação do partido para a disputa de novembro.

Mesmo se Bernie Sanders perder a batalha para a nomeação presidencial pelo Partido Democrata, ele poderá ganhar a disputa pelo futuro do partido e ter uma grande influência sobre os rumos da política americana. O senador mobilizou um movimento de base composto predominantemente por jovens e pela classe trabalhadora. Desde o início de sua campanha, ele levantou US$ 182 milhões em pequenas doações individuais.

Considerando os superdelegados, Hillary está a menos de 200 votos de ganhar a nomeação e enfrentar o provável candidato republicano, Donald Trump, na eleição presidencial de novembro. Isso não quer dizer, no entanto, que a ex-secretária de Estado terá uma vitória absoluta sobre Sanders, cujos apoiadores tentam ganhar o maior impulso possível para forçar negociações com ela.

Trump em busca de delegados

A vitória na Virgínia Ocidental, um dos Estados mais pobres dos EUA, majoritariamente branco e com forte dependência da decadente indústria mineira, permitirá a Trump somar a maioria dos 34 delegados em jogo nesse estado e seguir rumo aos 1.237 necessários para conseguir a indicação republicada de forma automática em julho. No Nebraska, Trump conquistou mais 36 delegados.

A indicação provável de Trump não caiu bem entre todas as facções dos republicanos, e vários cargos tanto eleitos como orgânicos, assim como antigas figuras destacadas da formação anunciaram publicamente suas dúvidas com relação ao magnata e inclusive disseram que não o apoiarão em novembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos