Biden escreve carta aberta a vítima de estupro em universidade dos EUA

Do UOL, em São Paulo

  • Santa Clara County Sheriff's Department/Reuters

    O ex-estudante de Stanford Brock Turner foi condenado a seis meses de prisão por estupro

    O ex-estudante de Stanford Brock Turner foi condenado a seis meses de prisão por estupro

O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, publicou nesta quinta-feira (9) uma carta aberta à vítima de um estupro na prestigiada Universidade Stanford, na Califórnia, nos EUA.

O caso ganhou imensa repercusão no país especialmente depois que o acusado, Brock Turner, então aluno da instituição, recebeu pena de seis meses de detenção pelo crime. A vítima, cujo nome não foi identificado, estava inconsciente no momento do estupro, e foi salva por pessoas que passaram pelo local no momento do ato.

O pai do rapaz despertou ainda mais revolta nas redes sociais ao dizer que seu filho não deveria ter sido preso por "um ato de 20 minutos".

Uma carta enviada pela vítima ao agressor durante o julgamento, detalhando o impacto de suas ações sobre ela, acabou se tornando viral. Ela não era aluna da universidade, e estava no local para uma festa.

Em sua carta aberta enviada ao BuzzFeedNews, Biden elogiou a coragem da moça de 20 anos de idade.

"Deve ter sido violento reviver tudo o que ele fez com você. Mas você o fez, na esperança de que sua fortaleza possa impedir que esse crime aconteça com outras pessoas. Sua bravura é de tirar o fôlego", escreveu o vice-presidente. 

"Falhou com você todo mundo que questionou essa verdade clara e simples: sexo sem consentimento é estupro. Ponto. É crime", acrescentou.

Biden também criticou a cultura no meio universitário americano e nos EUA de modo geral de culpar a vítima de estupro pelo ato.

"Eu me somo ao coro global de seus apoiares porque nunca podemos dizer o suficiente às vítimas: eu acredito em você. Não é culpa sua. O que aconteceu não é nunca, nunca, nunca, NUNCA culpa da mulher", escreveu.

"Vamos falar para mudar a cultura nos campi, uma cultura que continua a perguntar as perguntas erradas: O que você estava vestindo? Por que você estava lá? O que você disse? Quanto você bebeu? Em vez de perguntar: Por que ele achou que ele tinha licença para estuprar?".

"Eu não sei o seu nome - mas eu nunca vou te esquecer", disse Biden.

A íntegra da carta, em inglês, pode ser lida aqui: https://www.buzzfeed.com/tomnamako/joe-biden-writes-an-open-letter-to-stanford-survivor

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos