Pai tentou tirar filho de 2 anos de boca de jacaré; polícia confirma morte

Do UOL, em São Paulo

Após cerca de 15 horas de extensas buscas pela criança de dois anos que foi arrastada por um jacaré em Orlando (EUA), o xerife Jerry Demings, que comanda a operação, afirmou que "não há dúvidas" de que o menino está morto. 

"Nós sabemos que estamos trabalhando para recuperar o corpo da criança, a esta altura", afirmou Demings em uma entrevista a jornalistas nesta quarta-feira (15). "Nós vamos continuar com a busca até encontrar o corpo."

O pai do menino, que desapareceu após ser atacado por um jacaré em um hotel da Disney, tentou tirar o filho da boca do animal, segundo informações da polícia.

"O pai entrou na água para tirar o seu filho das garras do jacaré", afirmou o xerife Demings. De acordo com ele, o pai da criança ficou ferido levemente nas mãos, com arranhões. A mãe do menino também entrou na água para tentar salvar seu filho.

Segundo o xerife, não há relatos recentes de incidentes envolvendo jacarés na região. Ainda segundo ele, o animal deve ter entre um e dois metros de comprimento.

Christal Hayes/Orlando Sentinel via AP
Segundo o xerife Jerry Demings, o pai do menino de dois anos tentou resgatar a criança, mas sem sucesso

Ataque

A família do menino tinha saído de Nebraska para passar férias no Grand Floridian, que fica próximo ao Magic Kingdom, principal parque da Disney e um dos mais populares de Orlando. Os nomes não foram divulgados.

Na noite de terça-feira, o garoto, o pai, a mãe e a irmã de quatro anos passeavam na orla da lagoa Seven Seas, em frente ao resort, quando o menino foi atacado pelo réptil e arrastado para dentro da água.

Testemunhas contaram à polícia que a menina brincava em um cercadinho entre 20 e 30 metros de distância da água. Já o menino, segundo Demings, estava na parte rasa da lagoa. No local, há placas informando que é proibido nadar na área. O xerife acrescentou que ninguém além da criança estava na água no momento do ataque.

A área foi isolada pela polícia. Helicópteros, barcos e radares são usados nas buscas e mergulhadores estão de prontidão. "Nós não vamos sair daqui até encontrarmos a criança", declarou Demings.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos