Forte terremoto atinge litoral da Turquia, provoca pequeno tsunami e é sentido na Grécia

Do UOL, em São Paulo

Terremoto e pequeno tsunami causam pânico em Bodrum, na Turquia

Um forte terremoto atingiu a costa sudoeste da Turquia nesta sexta-feira (horário local) e provocou um pequeno tsunami na cidade turística litorânea de Bodrum, disse a agência europeia de terremotos EMSC. Duas pessoas morreram --um turista sueco de 27 anos e um turco de 39-- e outras 5 estão feridas em estado grave na ilha de Kos, na Grécia, onde o sismo também foi sentido.

"Um pequeno tsunami está confirmado. EVITEM PRAIAS NA ÁREA, mas você está seguro em terrenos mais altos", disse a EMSC no Twitter.

Já as autoridades do governo turco afirmaram que o mais provável é que grandes ondas tenham se formado, e não exatamente um tsunami. O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico dos EUA, que monitora tsunamis em todo o mundo, não emitiu qualquer alerta.

Twitter/Reprodução
Alagamento em hotel em Bodrum, após terremoto

O terremoto, que ocorreu à 1h31 da madrugada (19h31 de quinta-feira no horário de Brasília), foi localizado no litoral da cidade costeira de Marmaris e atingiu a magnitude 6,9, informou o USGS, e 6,7 segundo a EMSC. O hipocentro foi a 10 quilômetros de profundidade (considerado superficial). Segundo a USGS aproximadamente 200 mil pessoas na Grécia e na Turquia sentiram fortes tremores.

O epicentro do tremor foi no mar, a cerca de 10 quilômetros de Bodrum, uma cidade portuária de 155 mil habitantes na província de Mugla, no extremo sudoeste do país.

Bodrum é um balneário muito frequentado por turistas alemães e britânicos para a prática do mergulho. Postagens nas redes sociais mostravam hotéis e ruas alagados. Autoridades informaram que cerca de 80 pessoas ficaram feridas, mas não houve nenhum caso de fatalidade.

 

A governadora de Mugla, Esengul Civelek, disse que os relatos iniciais mostraram que não houve grandes danos. Ela afirmou que um pequeno número de pessoas sofreu ferimentos leves.

O prefeito de Mugla, Osman Gurun, disse que cortes de energia afetaram certas partes da província e que as operadoras de telefonia sofreram problemas devido a sobrecargas. O prefeito de Bodrum, Mehmet Kocadon, declarou que o terremoto causou rachaduras pequenas em alguns edifícios antigos.

Twitter/Reprodução
Danos provocados pelo terremoto em Bodrum, na Turquia

Na Grécia, o sismo foi sentido no arquipélago das Ilhas do Dodecaneso. Em Kos, duas mortes foram registradas e 5 pessoas estão feridas em estado grave.

Diversas igrejas, mesquitas e construções foram destruídas pelo terremoto.

LOUISA GOULIAMAKI/AFP
21.jul.2017 - Mesquita foi destruída pelo terremoto na ilha de Kos, na Grécia

(Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos