PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Ela tem 99 anos, ele 94 e eles acabam de se casar após encontro em academia

Reprodução / Facebook @JTSanderphotography
Imagem: Reprodução / Facebook @JTSanderphotography

Colaboração para o UOL

26/08/2017 19h55

Tudo começou em uma academia de ginástica, há oito anos. Foi ela quem pediu ele em casamento e os trocaram juras de amor diante da família e dos amigos fazendo planos para o futuro. Seria mais uma bonita história de amor se não contasse com um ingrediente especial. Ela, Gertrude Mokotoff, casou com 98 anos e já completou 99. Ele, Alvin Mann, tem 94.

E que ninguém diga a nenhum dos dois que eles já passaram a idade de fazer qualquer coisa. Especialmente a ele, que no ano passado, aos 93 anos, formou-se em História pelo Mount St. Mary College, no estado de Nova York, onde aconteceu o casamento.

A história foi revelada pelo jornal The New York Times, que esteve presente ao casório, realizado em Middletown, onde Mokotoff foi prefeita. Aliás, a primeira mulher a comandar a cidade em 1989, aos 71 anos. Professora universitária e democrata, ela ainda chegou a concorrer ao senado por Nova York, mas acabou derrotada.

Gertrude ficou viúva em 2002, depois de um casamento de longos 61 anos. “Minha mãe sempre foi uma mulher muito ousada”, disse ao jornal a filha mais velha dela, Susan Mokotoff Reverby, de 71 anos, também já aposentada.

Alvin, por sua vez, é veterano de guerra. E dos mais antigos dos Estados Unidos, uma vez que, aos 19 anos, participou da Segunda Guerra Mundial. Empresário, ele só teve um filho biológico, Mark, também de 71 anos, que foi o padrinho do casamento – o “best man” dos americanos. O casamento com Gertrude é o terceiro dele – o primeiro durou 20 anos e acabou em divórcio e o segundo durou 45, até ele ficar viúvo.

O primeiro encontro entre os dois foi promovido por um amigo em comum. “Quero que você conheça uma jovem senhora”, disse o amigo a Alvin. O “date” foi em um restaurante e ela ficou encantada. “Ele é um perfeito gentleman”, elogiou Gertrude, ao jornal.

O pedido foi feito por ela, enquanto eles voltavam de Nova York depois de assistir a uma ópera. “Estava cansada de correr atrás dele”, brinca. Os dois agora vivem juntos e, garantem, sentem-se em uma “eterna lua de mel”.

Internacional