Topo

Imagem de bebê dormindo no colo da mãe durante resgate vira símbolo nos EUA

Daryl Hudeck carrega Catherine Pham e seu filho de 13 meses de idade, Aiden - David J. Phillip/ AP
Daryl Hudeck carrega Catherine Pham e seu filho de 13 meses de idade, Aiden Imagem: David J. Phillip/ AP

Do UOL, em São Paulo

28/08/2017 18h34

O pequeno Aiden Pham, de 13 meses de vida, está enrolado em uma toalha e dorme nos braços de sua mãe enquanto a inundação provocada pela tempestade tropical Harvey cerca os dois. A cena foi flagrada por David Phillip, um fotógrafo veterano da agência Associated Press, na tarde de domingo (27).

"Eu estava de olho na movimentação quando vi um integrante da Swat (unidade especial da polícia dos EUA) carregando a mulher e o bebê. Eu não acreditei que o bebê enrolado naquela toalha não estava chorando. Foi simplesmente terno. Foi muito especial".

A foto de Phillip mostra o policial Daryl Hudeck carregando Catherine Pham e seu filho na rodovia inundada Interstate 610, a sudoeste de Houston.

Philip disse que a mulher e a criança foram resgatadas da casa deles na região de Meyerland, quando a água estava atingindo a altura do telhado.

Tempestade Harvey deixa rastro de destruição no Texas

UOL Notícias

Nesta segunda-feira (28), a imagem rapidamente se tornou símbolo da inundação e dos esforços da equipe de resgate e ganhou destaque nas redes sociais e nas páginas dos jornais norte-americanos.

Os Pham foram levados para um posto policial, em um ponto elevado da estrada. O fotógrafo teve apenas um minuto ou dois para obter os nomes das pessoas e testemunhar a cena.

Em seguida, Phillip se apressou para transmitir as imagens. Pouco tempo depois, o barco policial onde ele estava bateu em um objeto submerso, provavelmente um carro, e o fotógrafo caiu na água. Phillip cortou a perna no motor do barco. Uma de suas câmeras foi danificada e ele perdeu todas as imagens.

Phillip, 51 anos, é fotógrafo da AP há 22 anos. Ele já cobriu vários furacões, como a passagem do Katrina, mas nenhum em sua terra natal. "Durante o Katrina, vi cenas perturbadoras como cães comendo corpos e coisas do tipo. Mas ter isto acontecendo em seu lar é algo que te dá uma sensação ruim".

O fotógrafo, no entanto, disse que ver o resgate de Catherine e Aiden Pham é uma lembrança da resistência de sua cidade. "Há momentos que ficarão na sua mente - este [resgate da mãe e bebê] e outro que ocorreu horas antes, quando um policial resgatou um garoto de um carro submerso. O terror no rosto da pessoa socorrida e quão dedicado nossa força de segurança é, fazendo o que eles podem para salvar as pessoas", lembra Phillip. (Com a Associated Press)

Mais Internacional