PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vice-premiê britânico suspeito de assédio sexual renuncia

O vice-premiê britânico Damian Green - Ben Stansall/AFP - Ben Stansall/AFP
O vice-premiê britânico, Damian Green
Imagem: Ben Stansall/AFP

Do UOL, em São Paulo

20/12/2017 19h34

O vice-premiê britânico Damian Green, um dos aliados mais próximos da primeira-ministra Theresa May, renunciou nesta quarta-feira (20) após conteúdo pornográfico ser encontrado em seu computador de trabalho. O político enfrentava também uma investigação por assédio sexual.

"É com profundo pesar e gratidão por sua contribuição durante muitos anos que pedi sua saída e aceitei sua demissão", escreveu Theresa  May em carta dirigida a Green.

A primeira-ministra May deixa claro que pediu a renúncia do cargo de secretário de Estado. Green atuava como um vice-primeiro-ministro.

Do partido conservador, Green foi envolvido em um escândalo sexual após imagens pornográficas terem sido encontradas em seu computador de trabalho em 2008.  

Green assumiu nesta quarta ter feito afirmações "enganosas" em relação à denúncia de baixar ou assistir à pornografia em seu computador oficial do Parlamento. Em sua carta de renúncia, Green afirma que deveria ter sido claro "em suas declarações à imprensa" sobre o processo.

Suspeita de assédio sexual

O político também estava sendo investigado por uma comissão parlamentar por "comportamentos sexuais inadequados" após denúncia da escritora Kate Maltby em 2015 e 2016.

Ele é o segundo político do alto escalão britânico a renunciar por conta de escândalos sexuais.

O ex-ministro da Defesa Michael Fallon também deixou o posto após uma jornalista revelar que o parlamentar tocou em suas pernas sem permissão. 

Internacional