Mídia austríaca processa político por acusação de "fake news" no Facebook

Da Associated Press

  • Ronald Zak/ AP

    Heinz-Christian Strache é do Partido da Liberdade, de extrema-direita

    Heinz-Christian Strache é do Partido da Liberdade, de extrema-direita

Uma rede pública de comunicação da Áustria está processando o vice-chanceler do país por supostamente disseminar notícias falsas ("fake news").

A ORF (radiodifusão austríaca) está adotando ações legais contra o político nacionalista Heinz-Christian Strache, que compartilhou um post no Facebook no começo do mês que difama e desacredita o trabalho de 800 jornalistas, disse a a emissora em nota.

O político do Partido da Liberdade compartilhou o post acusando a ORF de espalhar "fake news, mentiras e propaganda" em todos os seus canais. Isso tinha como alvo direto um dos principais jornalistas do país, Armin Wolf, que tem apontado as ligações do partido com grupos de extrema-direita.

O post desapareceu da página de Strache no Facebook e ele pediu desculpas a Wolf.

O diretor da ORF, Alexander Wrabetz, disse que a emissora quer que Strache desista de suas reivindicações e se reserva o direito de buscar indenização.

A emissora também está processando o Facebook por se recusar a remover o post original que Strache compartilhou, disse Wrabetz.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos