Polícia busca atirador de restaurante em Nashville; suspeito pode estar armado

Do UOL, em São Paulo

  • Departamento de Polícia de Nashville

    Travis Reinking, principal suspeito de ter matado 4 pessoas em um restaurante no Tennessee

    Travis Reinking, principal suspeito de ter matado 4 pessoas em um restaurante no Tennessee

Policiais norte-americanos continuam a busca a Travis Jeffrey Reinking, 29, principal suspeito de matar quatro pessoas e deixar quatro feridos a tiros em um restaurante em Nashville, Tennessee, na madrugada deste domingo (22). Segundo a polícia, ele pode estar armado.

O atirador entrou seminu no restaurante Waffle House, vestindo apenas uma jaqueta verde, por volta das 3h30, com um rifle AR-15. Ele atirou nas pessoas e um dos clientes conseguiu tirar o rifle das suas mãos. O homem, então, fugiu. O veículo do atirador estava registrado no nome de Reinking, de Morton, no Illinois, que se tornou o principal alvo das buscas policiais. Segundo as autoridades, ele tem histórico de distúrbios psicológicos.

A operação para deter Reinking conta com 80 policiais de Nashville, agentes do FBI e a polícia rodoviária do Tennessee, entre outros agentes. Ela se prolongou por todo o domingo e a madrugada de segunda-feira.

Reinking, 29, foi visto pela última vez no domingo perto do apartamento onde morava, usando apenas calças, sem camisa ou sapato. De acordo com a polícia, a motivação para o crime não é clara..

Apesar de ter perdido o rifle após o crime, Reinking possuía outra arma, que não foi recuperada pela polícia. Dessa maneira, os agentes suspeitam que ele pode estar portando a pistola.

"Ele fugiu a pé. A não ser que ele tenha sido levado em algum carro, ele deve estar próximo. Não queremos assustar as pessoas, mas todos devem tomar precauções. Ele pode estar em uma casa desocupada. Todos devem ficar atentos. Os vizinhos devem checar uns aos outros", afirmou Steve Anderson, chefe da polícia de Nashville.

Segundo as autoridades, as escolas serão fechadas para visitantes ou convidados nesta segunda-feira se o suspeito não for encontrado.

Um funcionário de 29 anos e outros três clientes, de 23, 21 e 20 anos, foram mortos no ataque. Dois jovens de 21 e 24 anos, feridos no tiroteio de domingo, estão internados em estado grave; os outros dois feridos receberam alta.

George Walker IV/The Tennessean/AP
Polícia inspeciona o restaurante Waffle House após o ataque

Suspeito já foi detido por tentar entrar na Casa Branca

O Serviço Secreto dos Estados Unidos afirmou neste domingo que o Reinking foi detido no ano passado nas imediações da Casa Branca por tentar entrar no local sem autorização, violando uma barreira de segurança e exigindo uma reunião com o presidente Donald Trump.

"Reinking disse ao Serviço Secreto que queria organizar uma reunião com o presidente Donald Trump. O Serviço Secreto pediu a Reinking que deixasse o local e o deteve quando ele se recusou a fazê-lo, e o acusou de violar uma barreira de segurança", afirmou em comunicado o agente especial Todd Hudson.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos