Topo

Motorista de van atropela pedestres em Toronto; 10 morreram e 15 estão feridos

Do UOL, em São Paulo

2018-04-23T15:14:01

2018-04-23T23:42:12

23/04/2018 15h14Atualizada em 23/04/2018 23h42

Um motorista dirigindo uma van branca alugada atropelou cerca de 20 pessoas nesta segunda-feira (23) em Toronto, no Canadá. Dez pessoas morreram no incidente e outras 15 estão feridas, segundo a última atualização feita pela polícia nesta noite. Mais cedo, a polícia havia anunciado nove mortes ao todo, mas uma das vítimas morreu no hospital. 

O incidente aconteceu por volta das 13h30 (14h30 no horário de Brasília) no movimentado cruzamento da avenida Finch com a rua Yonge.

Cole Burston/Getty Images/AFP
Polícia investiga van usada por motorista para atropelar cerca de 10 pessoas em Toronto Imagem: Cole Burston/Getty Images/AFP

A polícia confirmou a prisão do motorista, identificado como Alek Minassian, 25. Ele havia fugido após subir na calçada e atingir os pedestres. As motivações para o atropelamento ainda não são conhecidas, mas um policial ouvido pela rede televisiva norte-americana CNN disse que a polícia acredita que o atropelamento tenha sido proposital.

Lars Hagberg/AFP
Policial ao lado de um corpo não identificado perto do local em que uma van atropelou pedestres em Toronto Imagem: Lars Hagberg/AFP

O hospital Sunnybrook Health Sciences Centre informou por meio de nota que recebeu sete vítimas do incidente, mas não disse o grau dos ferimentos dos pacientes. Fontes da rede de televisão local CTV News dizem que pelo menos quatro pessoas estão em condição crítica. 

A polícia local pediu para o público ficar longe da área. Os serviços de metrô e ônibus estão fechados enquanto ocorre a investigação. 

Além disso, o chefe da polícia de Toronto informou que a cidade está abrindo duas linhas de telefone: uma para fornecer informações para os familiares das vítimas e a outra para possíveis testemunhas colaborarem com a polícia.

Reuters
Pedestres ajudam vítima de atropelamento em Toronto, Canadá Imagem: Reuters

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau se pronunciou dizendo que os oficiais ainda estão reunindo informações. "Nossos corações estão com as vítimas", disse durante entrevista em Ottawa. 

Nesta segunda-feira, estão reunidos na cidade os ministros de Relações Exteriores dos países que compõem o G7 (Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Itália, Japão e Canadá). 

Mais Internacional