Topo

Mulher nota gosto estranho em água e descobre que era envenenada por colega

David Xu, de 32 anos, está preso por envenenar uma colega de trabalho - Polícia de Berkeley
David Xu, de 32 anos, está preso por envenenar uma colega de trabalho Imagem: Polícia de Berkeley

Do UOL, em São Paulo

03/04/2019 19h13

Um engenheiro químico foi preso na Califórnia por tentativa de homicídio depois de ter sido flagrado colocando "quantidades tóxicas de cádmio" na garrafa de água de uma colega de trabalho. As informações são da ABC News.

David Xu, de 32 anos, foi preso na última quinta-feira (28) depois que uma investigação mostrou que ele vinha tentando envenenar a colega havia mais de um ano. A polícia ainda não sabe a motivação do crime.

Segundo as autoridades, Xu e a vítima, identificada no processo judicial como Rong Yuan, trabalhavam juntos na Berkeley Engineering and Research, em Berkley, na Califórnia.

A vítima contou aos investigadores que vinha notando "um gosto e um cheiro estranhos na água e na comida", segundo o processo. Ela ficou doente no ano passado e só passou a desconfiar de que estava sendo envenenada quando dois parentes beberam água de sua garrafa e também passaram mal.

Exames de sangue feitos com amostras de Yuan e de seus parentes indicaram "níveis elevados de cádmio, de acordo com o processo.

Os investigadores analisaram imagens das câmeras de segurança da empresa onde os dois trabalhavam e notaram Xu colocando uma substância na garrafa de água de Yuan nos dias 11 de fevereiro e 4 de março.

Exames mostraram que a garrafa de Yuan também continha cádmio, que é uma substância comumente encontrada em baterias recarregáveis e pode causar danos no fígado e nos rins, além de câncer.

Yuan segue se recuperando da tentativa de envenenamento. Xu foi preso sem direito a pagamento de fiança.

Internacional