Topo

Israel instalou aparelhos de espionagem perto da Casa Branca, diz site

Casa Branca, nos Estados Unidos - Bill Chizek/Getty Images/iStockphoto
Casa Branca, nos Estados Unidos Imagem: Bill Chizek/Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

12/09/2019 12h31

Um relatório feito pelo governo dos Estados Unidos concluiu que Israel foi responsável por aparelhos de espionagem instalados perto da Casa Branca. A informação foi divulgada pelo site Politico.

A reportagem aponta que os equipamentos tinham como objetivo espionar o presidente dos EUA, Donald Trump. Só que os norte-americanos decidiram não repreender o governo de Benjamin Netanyahu.

De acordo com a publicação, o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos encontrou o sistema de espionagem em 2018. Os aparelhos, conhecidos como "StingRays", funcionam como torres regulares de telefonia móvel e pode capturar ligações e dados. Até o momento, não existe qualquer informação sobre o sucesso da empreitada.

O porta-voz da Embaixada israelense em Washington, capital dos EUA, Elad Strohmayer, negou o envolvimento do país em qualquer atividade ilegal e disse que as acusações não fazem sentido.

Uma das fontes ouvidas pelo Politico afirma que não é surpresa a falta de ação dos Estados Unidos ao descobrir os aparelhos.

"A reação foi muito diferente do que teria acontecido na última administração. Agora, há um cálculo diferente em relação a isso", afirmou uma das fontes.

Mais Internacional