PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Ataque a tiros em fliperama no México deixa nove mortos e dois feridos

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

04/02/2020 17h43

Pelo menos nove pessoas, quatro delas menores de idade, foram mortas ontem em um ataque a tiros em um fliperama no México. Outras duas pessoas ficaram feridas. As informações são do site da CNN e do jornal Reforma.

O ataque aconteceu na cidade de Uruapán, no estado de Michoacán. Relatos afirmam que quatro pessoas entraram no local, tiveram uma breve conversa com pessoas ali dentro e começaram a atirar. Pelo menos 65 cápsulas de balas foram encontradas no local.

Em canais de comunicação oficial, o governo de Michoacán prometeu hoje ações duras contra a violência local. No entanto, não citou suspeitos.

"Diante dos fatos de hoje em Uruapán, convocamos uma reunião da Mesa de Coordenação para a Construção da Paz em Michoacán e concordamos em intensificar ações para localizar e desmantelar negócios vinculados a estruturas delinquentes", publicou o governo do estado no Twitter.

"Iniciaremos na região de Uruapán e, dali, continuaremos até o resto do estado, coordenando a Polícia de Michoacán, a Guarda Nacional e o Ministério Público do estado, com a convicção de não baixar a guarda na determinação de oferecer segurança aos michoacanos", completou.

Com cerca de 250 mil habitantes, Uruapán já conviveu com episódios recentes de violência, relacionados frequentemente aos cartéis de drogas. Em 2013, os corpos de sete homens baleados foram encontrados em uma praça central da cidade, com mensagens escritas em seus corpos. Antes, em 2006, membros de um cartel foram acusados de decapitar cinco integrantes de uma gangue rival em uma pista de dança.

Ouça o podcast Ficha Criminal (https://noticias.uol.com.br/podcast/ficha-criminal/), com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Internacional