PUBLICIDADE
Topo

Itália registra mais 683 mortes pelo coronavírus e total chega a 7.503

Desde o início da pandemia, segundo o "Corriere", 80.539 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus no país - Andreas Solaro/AFP
Desde o início da pandemia, segundo o 'Corriere', 80.539 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus no país Imagem: Andreas Solaro/AFP

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 14h45Atualizada em 26/03/2020 14h42

A Itália voltou a registrar uma leve redução no número de novas mortes pelo coronavírus no país. De ontem para hoje, 683 pessoas morreram vítimas da covid-19, 60 a menos do que o registrado de segunda para terça-feira (743).

Desde o início da pandemia, segundo dados publicados pelo Corriere della Sera, 74.386 pessoas já foram infectadas pelo coronavírus na Itália. Destes, 7.503 morreram e outros 9.362 se recuperaram. Hoje, o país tem 57.521 ainda doentes.

Dos pacientes com sintomas, 3.489 estão em unidades de terapia intensiva (UTIs) e 30.920 estão em isolamento domiciliar, ainda de acordo com o Corriere.

A região da Lombardia, cuja capital é Milão, lidera o número de casos (32.346), incluindo mortos e já curados. Emília-Romanha (10.054), da capital Bolonha; Vêneto (6.442), de Veneza; e Piemonte (6.024), de Turim, aparecem logo em seguida.

A Itália é atualmente o país europeu mais afetado pela pandemia. Logo atrás dela, porém, vem a Espanha, que hoje chegou a 3.434 mortos pelo novo coronavírus e superou o número registrado na China, onde o surto começou: 3.281.

Coronavírus