PUBLICIDADE
Topo

Turista que voltava do Brasil é preso na Argentina após violar quarentena

Homem foi escoltado até sua casa em Buenos Aires, mas imagens de redes sociais registraram fuga logo após saída de viaturas - Reprodução
Homem foi escoltado até sua casa em Buenos Aires, mas imagens de redes sociais registraram fuga logo após saída de viaturas Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

25/03/2020 18h21

Um homem de 27 anos foi preso hoje em Ostende, cidade no litoral da Argentina, após violar a quarentena nacional local frente à pandemia do novo coronavírus.

O argentino foi parado ontem em uma rodovia do país em uma blitz quando dirigia sozinho seu carro, uma Ford Explorer, com duas pranchas de surfe no teto. Segundo o jornal La Nación, ele informou que havia ido ao Brasil de férias no dia 8 de março e estava voltando para casa.

Durante o registro, o homem — cuja identidade não foi divulgada — repreendeu jornalistas que acompanhavam o caso, dizendo que poderiam infectá-lo com o vírus. "Afaste-se, não se aproxime muito. Você não tinha que estar, tinha que estar em sua casa", afirmou. Decreto presidencial na Argentina define o trabalho jornalístico como essencial durante a pandemia.

O turista então foi escoltado por policiais até um bairro de Buenos Aires, onde mora, e recebeu a orientação de ficar em quarentena, uma vez que chegava de um país considerado de risco. No entanto, imagens de redes sociais mostram que ele arrancou com seu carro logo que as viaturas policiais deixaram seu endereço.

Diante da confirmação da fuga, um juiz federal determinou a prisão do homem por violação de dois artigos do Código Penal argentino: 205 (violar medidas adotadas por autoridade competentes para impedir a introdução ou a propagação de uma epidemia) e 239 (desobediência).

Coronavírus