PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: morre enfermeiro de hospital onde sacos são usados para proteção

O enfermeiro Kious Kelly tinha 48 anos e morreu por causa do coronavírus - Reprodução/Facebook
O enfermeiro Kious Kelly tinha 48 anos e morreu por causa do coronavírus Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

26/03/2020 11h11

Funcionários do hospital Mount Sinai West, em Nova York, atribuíram a morte do enfermeiro Kious Kelly à falta de equipamentos básicos de segurança — eles estão usando sacos de lixo para se proteger em meio à pandemia do novo coronavírus.

Kelly, de 48 anos, foi internado com covid-19 no último dia 17 e morreu na terça-feira (24). "Kious não merecia isso. O hospital deveria ser responsabilizado. O hospital o matou", disse uma enfermeira, segundo o New York Post.

Ele foi descrito como uma pessoa que sempre estava disposta a ajudar as demais "especialmente neste surto de coronavírus".

Os profissionais relataram que a situação dos equipamentos de proteção ficou "crítica" quando o hospital começou a receber pacientes com covid-19. Na ausência de aventais, improvisaram sacos de lixo para impedir a propagação do vírus.

A irmã mais nova de Kelly, Marya Sherron, relatou ao jornal que o irmão tinha asma grave, mas era saudável. "Estamos devastados", disse.

Ao Post, um porta-voz do hospital negou veementemente a falta de equipamento adequado e a alegação de que não estavam protegendo seus funcionários.

Coronavírus