PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Trump recebe carta assinada por 800 mil médicos pedindo isolamento social

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus na Casa Branca - Getty Images
O presidente dos Estados Unidos Donald Trump durante coletiva de imprensa sobre o coronavírus na Casa Branca Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

27/03/2020 13h41

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebeu hoje uma carta assinada por mais de 800 mil médicos espalhados pelo país. Os profissionais da saúde pediram que o político mantenha o isolamento social devido à pandemia de coronavírus.

"A transmissão de covid-19 continua significante em todo o país, e nós precisamos de sua liderança para apoiar as recomendações com base científicas de que o isolamento social pode diminuir o ritmo do vírus", disse a carta, divulgada pelo Conselho de Sociedades de Especialidades Médicas.

O coronavírus matou ao menos mil pessoas até o momento nos Estados Unidos. Para conter o número de infecções, o governo decidiu fechar escolhas, restaurantes, bares e outros comércios considerados não essenciais.

O presidente Donald Trump, no entanto, chegou a sinalizar nesta semana que poderia acabar com o isolamento social na Páscoa para, entre outras coisas, reaquecer a economia.

" A Páscoa é uma data muito especial para mim", disse Trump à Fox News na última terça-feira. "Não seria incrível ter igrejas cheias? Você ter as igrejas cheias por todo o país. Eu acho que seria uma data incrível", afirmou.

Os profissionais da saúde, no entanto, discordam e acreditam que liberar o retorno do convívio social pode comprometer a saúde de milhões de pessoas.

"Acabar com as restrições mais cedo por comprometer a saúde de todos os norte-americanos e aumentar a devastação da epidemia", apontam os médicos.

Coronavírus