PUBLICIDADE
Topo

Rede de supermercados britânica pede que pessoas saudáveis comprem em lojas

22.mar.2020 - Pessoas na fila do supermercado Tesco, na Inglaterra - Nick Potts / PA Images via Getty Images
22.mar.2020 - Pessoas na fila do supermercado Tesco, na Inglaterra Imagem: Nick Potts / PA Images via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

02/04/2020 10h55

Maior rede de supermercados do Reino Unido, a Tesco lançou uma campanha pedindo às pessoas saudáveis que façam compras pessoalmente para evitar o atraso das entregas online aos que realmente precisam em meio à pandemia do novo coronavírus.

"Por favor, pense antes de clicar. Você pode comprar na loja? Faça compras na loja, se puder, para salvar entregas para aqueles que mais precisam. Porque agora mais do que nunca, cada pequena ajuda conta", diz o vídeo publicado pela Tesco nas redes sociais.

Aderindo às regras de distanciamento social por causa da covid-19, as pessoas, incluindo as que não estão nas categorias de risco, têm feito compras online em todo o Reino Unido.

Como resultado, o supermercados têm se esforçado para acompanhar o aumento significativo na demanda e atualmente existe uma longa espera para quem deseja uma entrega.

De acordo com a CNN, as vendas nos supermercados do Reino Unido cresceram mais de 20% até o dia 22 de março, segundo dados da empresa de varejo Kantar.

O primeiro-ministro Boris Johnson decretou uma quarentena de três semanas no Reino Unido no último dia 23. Desde então, os cidadãos só podem deixar suas casas para estas atividades: compras de itens de necessidade básica (como alimentos e remédios), um tipo de exercício físico por dia — como caminhada, corrida, ciclismo, sozinho ou com membros da sua casa —, assistência médica, e no trajeto até o trabalho.

Coronavírus