PUBLICIDADE
Topo

EUA: Voluntários consertam 20 mil máscaras hospitalares em um fim de semana

Funcionários de fábrica de máscaras - ANN WANG
Funcionários de fábrica de máscaras Imagem: ANN WANG

Do UOL, em São Paulo

07/04/2020 21h06

Um grupo de voluntários consertou 20 mil máscaras hospitalares, do modelo N95, em apenas um fim de semana, para auxiliar os profissionais do Baptist Memorial Hospital-Memphis, no Tenneesse, a atuar no combate ao coronavírus. Os voluntários organizaram um mutirão de costura, com cada um isolado em sua casa, para acelerar a entrega dos equipamentos.

O hospital havia encontrado diversas caixas de máscaras em seu estoque com elásticos envelhecidos e precisando de troca. Ao todo, eram 27 mil máscaras desgastadas, mas que poderiam ser utilizadas se passassem por um reparo.

Duas mulheres que já confeccionavam máscaras caseiras para auxiliar na prevenção à covid-19 tomaram a frente na iniciativa: Stephanie Lepone e Ginna Rauls reuniram 410 voluntários para ajudar a costurar as máscaras e aproveitá-las em momento de escassez e esgotamento de itens de saúde.

Como muitos dos voluntários não sabiam costurar, as duas promoveram sessões de treinamento online no aplicativo Zoom, voltado para video-chamadas, e publicaram tutoriais no YouTube sobre como costurar com as mãos ou com o auxílio de uma máquina.

"Foi um verdadeiro esforço comunitário, e é incrível como isso se espalhou e muita gente nos procurou querendo ajudar", disse Lepone em entrevista à CNN.

Segundo Lepone, todos os voluntários utilizaram máscaras e luvas durante o trabalho para evitar possíveis contaminações. As caixas com as máscaras danificadas foram entregues aos voluntários na sexta-feira; na segunda, 20 mil já foram devolvidas ao hospital. As outras sete mil restantes devem ser entregues em breve.

Coronavírus