PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Esse conteúdo é antigo

Três médicos que tratavam de covid-19 caíram da janela na Rússia

24.abr.2020 - Coronavírus: profissional de saúde prepara injeção para paciente de UTI em hospital de Moscou, na Rússia - Sergei Bobylev\TASS via Getty Images
24.abr.2020 - Coronavírus: profissional de saúde prepara injeção para paciente de UTI em hospital de Moscou, na Rússia Imagem: Sergei Bobylev\TASS via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

05/05/2020 15h33

Em apenas 10 dias, três médicos russos que trabalhavam na linha de frente do combate ao coronavírus, caíram da janela em circunstâncias misteriosas.

Alexander Shulepov, que havia sido diagnosticado com covid-19 e forçado a trabalhar, caiu do segundo andar. Ele foi o único médico que sobreviveu à queda.

Ainda assim, o médico teve fraturas no crânio e seu estado de saúde é considerado grave.

As médicas Yelena Nepomnyashchaya e Natalya Lebedeva não tiveram a mesma sorte e morreram. Veículos locais sugerem que Lebedeva tenha cometido suicídio após ser acusada por seus superiores de infectar colegas de trabalho com coronavírus.

No dia 22 de abril, Shulepov fez um teste que registrou a infecção pelo coronavírus, mas a contra prova deu negativo.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o médico reclama de ter que trabalhar apesar do resultado do primeiro teste. "O chefe está nos forçando a trabalhar. O que fazemos nesta situação?", diz Shulepov no vídeo.

Três dias depois, ele se desculpou pelo vídeo.

Coronavírus