PUBLICIDADE
Topo

De Obama a Kim Kardashian, personalidades protestam por George Floyd

Do UOL, em São Paulo

30/05/2020 10h54

A recente morte de um homem negro por policiais brancos causou revolta nos Estados Unidos, envolvendo não só a população, que foi às ruas protestar - com mortes -, mas personalidades das artes e da política.

Dos Obama a Kim Kardashian, passando por astros do esporte, Demi Lovato, Taylor Swift e Cardi B, o assunto ganhou as redes sociais, com gritos contra o racismo.

Barack Obama

"Isso não deveria ser 'normal' em 2020 na América. Não pode ser 'normal'. Se nós queremos que nossas crianças cresçam em uma nação que atinge seus maiores ideais, nós podemos e devemos ser melhores", afirmouo ex-presidente Barack Obama, em uma carta compartilhada em suas redes.

"Cabe a todos nós, independente da raça ou posição —incluindo a maioria dos homens e mulheres da lei que têm orgulho em fazer o seu difícil trabalho do jeito certo, todos os dias— trabalharmos juntos para construirmos um 'novo normal' no qual o legado de tratamento preconceituoso e desigual não infecte mais nossas instituições e nossos corações", afirmou.

Michelle Obama

"Como muitos de vocês, estou sofrendo com essas tragédias recentes. E eu estou exausta por um desgosto que nunca parece parar. No momento, são George, Breonna e Ahmaud. Antes disso, eram Eric, Sandra e Michael. Isso continua, continua, continua", escreveu a esposa de Barack Obama no começo de sua mensagem.

Ela continuou: "Raça e racismo são uma realidade que muitos de nós crescemos aprendendo a lidar. Mas se alguma vez esperamos superar isso, não pode ser apenas uma pessoa de cor para lidar com isso", frisou.

Kim Kardashian

A socialite escreveu a hastag "Justiça para George Floyd"

LeBron James

O astro do basquete postou uma montagem com uma camiseta em que se lê "Eu não consigo respirar", como se ouviu Floyd alertando o policial que se ajoelhava sobre seu pescoço.

STILL!!!!

Uma publicação compartilhada por LeBron James (@kingjames) em

Cardi B

"É o suficiente. O que vai precisar? Uma guerra civil? Um novo presidente? Protestos violentos? Eu estou cansada! O país está cansado. A América não é a terra dos livres"

Demi Lovato

"Eu estou cansada de digitar "descanse em paz". Eu desejo que homens negros vivam em paz".

Lady Gaga

"Meu coração está partido por George Floyd. Assassinato é assassinato. Policiais também são cidadãos e as leis tem de se aplicar a eles também."

Naomi Campbell

"Homens negros não são nossos inimigos".

#JusticeForFloyd

Uma publicação compartilhada por Naomi Campbell (@naomi) em

Ariana Grande

"Por favor, sigam assinando petições, fazendo doações e conversando com familiares e amigos. Isso não acaba depois que você fez apenas um post".

Justin Bieber

"ISSO TEM DE PARAR. Isso me deixa absolutamente enojado. Me deixa furioso que esse homem MORREU. Racismo é mau e precisamos usar nossas vozes. Eu lamento, George Floyd".

Dwayne 'The Rock' Johnson

"O racismo é uma doença recorrente. (...) George Floyd disse 'eu não consigo respirar'. Ele disse 15 vezes. Não uma vez. Nem duas. 15 vezes. Esses policiais vão ser processados. Vão pagar. Mas é precisso lutar por igualidade. Vamos vencer quando normalizarmos a igualidade".

Taylor Swift

A cantora criticou as atitudes de Trump, acusando-o de fomentar o racismo.

"Após inflamar a supremacia branca e o racismo durante todo o seu governo, você tem a coragem de fingir superioridade moral antes de ameaçar com violência?", escreveu Taylor em seu Twitter. "'Quando os saques começam, o tiroteio começa' [referência à frase usada por Trump]? Nós votaremos contra você em novembro", escreveu a cantora.

Colin Kaepernick

"Na luta pela libertação, sempre há retaliação. Nós devemos proteger nossos combatentes da liberdade. Iniciamos uma iniciativa de defesa legal para dar representação legal aos combatentes da liberdade em Minneapolis pagos por @YourRightsCamp"

Rihanna

"Pelos últimos dias, a magnitude de devastação, raiva e tristeza que senti foi esmagadora. Ver gente morrendo e sendo linchada dia após dia me levou a um lugar duro em meu coração. A ponto de me afastar das redes, para evitar a agonia na voz de George Floyd de novo, implorando por sua vida vez após vez. (...) Se assassinar é a consequência para drogas ou resistir a uma prisão, qual a consequência que se deve ter para um assassinato?".

Beyoncé

"Precisamos de justiça para George Floyd. Todos testemunhamos sua morte à luz do dia. Estamos quebrados e devastados. Não podemos normalizar essa dor. Não falo só para pessoas negras. Chega de mortes insensíveis de seres humanos. Chega de dizer que negros não importam tanto quanto os outros".

Internacional