PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Esse conteúdo é antigo

Policial que empurrou manifestante em Nova York é preso acusado de agressão

Protesto em Nova York nos Estados Unidos, contra a violência policial contra negros - Scott Heins/Getty Images
Protesto em Nova York nos Estados Unidos, contra a violência policial contra negros Imagem: Scott Heins/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

09/06/2020 15h37

Um policial do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD), nos Estados Unidos, que foi gravado empurrando uma manifestante durante um protesto contra violência policial, na semana passada, foi preso acusado de agressão.

Vincent D'Andraia, de 28 anos, é o primeiro policial do NYPD a enfrentar acusações criminais por atos durante os protestos em resposta ao assassinato de George Floyd, segurança negro que foi morto por um policial branco enquanto estava detido, no mês passado.

Os promotores e a polícia de Nova York estão analisando vídeos e queixas das manifestações para determinar se outros oficiais devem ser acusados.

Nas imagens, D'Andraia aparece dando um forte empurrão em Dounya Zayer, de 20 anos, durante uma manifestação na cidade. Segundo a promotoria, o policial falou para a manifestante sair do local de onde estava.

"Ao perguntar o motivo, o acusado derrubou o celular da mão dela e a empurrou violentamente no chão, segundo a investigação", disseram os promotores. "Ela pode ser vista rolando na rua perto ao meio-fio. Enquanto isso, o réu e outros policiais podem ser vistos andando."

D'Andraia se entregou em uma delegacia de polícia no Brooklyn na manhã de hoje. Ele deverá ser acusado no Tribunal Penal do Brooklyn por agressão, dano criminal, assédio e ameaça. O policial também foi suspenso pelo NYPD e não receberá salário.

Internacional