PUBLICIDADE
Topo

Fogo em navio da Marinha dos EUA 'pode durar dias', diz chefe dos bombeiros

Do UOL, em São Paulo

13/07/2020 08h51Atualizada em 13/07/2020 10h57

As chamas no navio USS Bonhomme Richard, da Marinha americana, continuam atingindo a embarcação, depois de pouco mais de 20 horas do primeiro relato do incêndio.

O chefe dos bombeiros de San Diego, Colin Stowell, disse à CNN que o USS Bonhomme Richard poderia queimar "por dias abaixo da linha da água".

De acordo com a emissora americana, o incêndio está sendo alimentado agora por materiais de escritório e itens que ficavam na região de armazenamento de veículos, local onde começou o fogo ontem, às 12h30 pelo horário de Brasília.

Dois helicópteros oficiais ajudam no combate ao fogo, além dos bombeiros federais e a própria Marinha.

As causas das chamas ainda estão sendo investigadas, mas segundo o contra-almirante Philip Sobeck, houve uma explosão interna causada por um "excesso de pressurização".

O USS Bonhomme Richard estava na base naval de San Diego, na Califórnia, em manutenção de rotina.

Ontem, Brian O'Rourke, porta-voz do sudoeste da região da Marinha, informou à imprensa local que 160 marinheiros e oficiais estavam a bordo.

Até agora, 21 pessoas foram enviadas para hospitais locais com ferimentos leves, e não correm risco de morte.

O navio tem 255 metros de comprimento e é capaz de embarcar e desembarcar helicópteros, embarcações menores e veículos anfíbios. Ele estava em operação desde o ano de 1998.

Internacional