PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
11 meses

EUA: Enfermeira é contratada por hospital onde trabalhou como faxineira

No final de setembro, Jaines foi promovida como enfermeira pelo hospital onde ela havia trabalhado como faxineira há 10 anos - Reprodução/Facebook/Jaines Andrades
No final de setembro, Jaines foi promovida como enfermeira pelo hospital onde ela havia trabalhado como faxineira há 10 anos Imagem: Reprodução/Facebook/Jaines Andrades

Do UOL, em São Paulo

13/10/2020 09h27

Em 2010, Jaines Andrades trabalhava como faxineira no Hospital Baystate, em Massachussetts, nos EUA. Durante os anos de trabalho, a mulher iniciou a graduação em enfermagem e chegou a trabalhar como enfermeira iniciante no espaço. Mas, no final de setembro, Jaines foi promovida e contratada pela mesma unidade de saúde como enfermeira do setor de trauma.

No Facebook, a mulher publicou uma foto com os três crachás dos seus anos de trabalho no hospital e escreveu: "10 anos de trabalho, mas valeu a pena! Sou um fornecedor no mesmo lugar que costumava limpar".

Jaines — que é filha de pais porto-riquenhos — trabalhava em uma lanchonete de fast-food e contou que se candidatou para o trabalho na área de limpeza do hospital para ver como era a atuação dos enfermeiros.

"Honestamente, eu me candidatei ao emprego apenas para colocar o pé na porta, para ver o que as enfermeiras faziam e como era no hospital", contou Jaines ao site Masslive.

No início, a enfermeira trabalhava como faxineira na área de urgência do hospital, mas depois foi transferida para a limpeza da sala de cirurgia.

"[Na sala de cirurgia] Pude interagir com as enfermeiras e ver os pacientes entrando e saindo da sala de cirurgia", lembra Jaines. "Foi a primeira vez que vi o que realmente é ser enfermeira e isso despertou meu interesse. Fiquei animada para aprender mais."

Depois de alguns anos trabalhando na limpeza do local, Jaines conseguiu ingressar no curso de enfermagem e, antes de ser promovida, chegou a atuar como enfermeira iniciante no hospital. Ela contou que o período que conciliava graduação com o trabalho na limpeza não foi fácil.

"Acho que a parte mais difícil é que estava investindo muito do meu tempo, energia e dinheiro nesse sonho e, na hora, quando você está passando por ele, não vê os benefícios", explica ela. "Então, me manter motivada para superar as lutas e as barreiras foi difícil, às vezes."

Apesar das dificuldades, Jaines não se arrepende em nenhum momento de ter enfrentado as dificuldades para conseguir atuar na área da enfermagem.

"É difícil ser a pessoa que limpa. Se eu tivesse que voltar e fazer de novo, eu o faria. Vale muito a pena", disse Jaines ao canal WBZ, afiliada da CNN.

A enfermeira ainda se diz grata por poder compartilhar a história dela e inspirar outras pessoas a seguirem os seus sonhos.

"Estou muito agradecida e maravilhada porque minha história pode inspirar as pessoas. Estou tão feliz. Se eu posso inspirar alguém, isso por si só já fez a viagem valer a pena. Espero que as pessoas entendam que você pode fazer isso, que você pode alcançar o que deseja. Sua vida é o que você faz e, se você está trabalhando pelos seus sonhos e acredita em si mesmo e acredita no seu sonho, não importa se o caminho não é perfeito. Mesmo que haja dificuldades e lutas ao longo do caminho, isso não diminui o valor de sua conquista", finalizou.

Internacional