PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
6 meses

EUA: Homem é preso após tentar provocar incêndio em clínica de reprodução

Everett Little atirou coquetel molotov contra clínica, mas chamas causaram poucos danos - Reprodução
Everett Little atirou coquetel molotov contra clínica, mas chamas causaram poucos danos Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

16/10/2020 12h47

Autoridades policiais do condado de Lee, no estado norte-americano de Flórida, anunciaram ontem que um homem acusado de tentar provocar um incêndio em uma clínica de reprodução assistida na cidade de Fort Myers foi preso nesta quarta-feira (14).

Everett Little, de 20 anos, foi acusado de incêndio criminoso, ação criminosa e uso de dispositivo incendiário, segundo o gabinete do xerife do condado. O jovem poderá deixar a prisão mediante o pagamento de uma fiança de US$ 21,5 mil (pouco mais de R$ 121 mil em valores atuais).

Segundo o xerife Carmine Marceno, as imagens do ataque, ocorrido no último sábado (10), foram registradas por câmeras de vigilância. Na gravação, Little acende um coquetel molotov e atira contra a porta da clínica, sem conseguir causar o incêndio. Em uma segunda tentativa, atira novamente uma garrafa e provoca uma explosão, que resultou apenas em pequenos danos e não deixou feridos.

O homem foi identificado graças às gravações e a uma denúncia anônima. Com um mandado de prisão em mãos, policiais foram até a casa de Everett Little e o prenderam.

As autoridades não divulgaram uma possível motivação para o atentado contra a clínica, que faz parte de uma rede de atenção à reprodução assistida e é alvo recorrente de críticas de militantes contra o aborto nos EUA.

Internacional