PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bebê sobrevive por seis horas em necrotério após ser declarado morto

Getty Images
Imagem: Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/10/2020 18h51

Um bebê prematuro nascido com apenas 23 semanas sobreviveu seis horas na geladeira do necrotério após ser declarado morto por engano. Os funcionários do local disseram que o recém-nascido começou a chorar quando eles chegaram para retirar o corpo e levá-lo ao funeral.

O fato aconteceu na cidade de Puebla, no México. Os chefes do Hospital La Margarita, onde o bebê foi declaro morto, iniciaram uma investigação sobre o caso.

Ainda não identificado, o bebê prematuro nasceu ontem (21), às 4h29 no horário local, e teria sido regatado vivo por volta das 10h.

Miguel Angel Flores, dono da Funerária Flores, disse que os funcionários estavam encarregados de recolher o que pensavam ser o corpo de um bebê. "Quando chegamos percebendo que estava chorando e se mexendo", contou. Os pais então foram acionados, assim como o médico que havia assinado o atestado de óbito.

"Não consigo entender como ele não morreu enquanto estava lá. A geladeira em que estava é normalmente usada para guardar membros de amputados. Nunca passei por nada parecido antes", disse Flores. Tanto o hospital envolvido no caso quanto a polícia investigam o caso.

Internacional