PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Homem que se passou por 'Dr. Love' aos 18 anos agora é acusado de roubo

"Dr. Love" se passou por médico em 2018, enganando supostos pacientes - Reprodução/WPTV
'Dr. Love' se passou por médico em 2018, enganando supostos pacientes Imagem: Reprodução/WPTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/01/2021 16h20

Malachi Love-Robinson, que ficou conhecido como 'Dr. Love' após se passar por médico doutorado na adolescência, deu outro golpe e foi preso novamente após desviar dinheiro da empresa onde trabalhava, na Flórida (EUA).

Segundo a WPTV, um veículo de mídia local, Love-Robinson, agora com 23 anos, prestava serviços a uma corretora de remessas como atendente. Ele foi acusado de solicitar que os clientes depositassem valores em sua conta pessoal, desviando os lucros da empresa.

Segundo o site norte-americano, a polícia declarou que o acusado recebeu mais de US $10 mil (equivalente a R$ 52 mil) que pertenciam à corretora. As autoridades ainda tiveram acesso a mensagens de texto enviadas por Love-Robinson ao dono da empresa. Algumas delas mostravam que o homem não queria voltar à cadeia e um xingamento a uma pessoa não identificada.

Em 2018, Love-Robinson se declarou culpado de acusações de roubo, fraude e prática de medicina sem licença. Ele teria se passado por médico com doutorado, afirmando que tinha vários diplomas e enganando pacientes — isso com 18 anos de idade. Um ano antes de se passar por 'Dr. Love', ele foi acusado de roubar US $ 20 mil (equivalente a R$ 104 mil em valores atuais) de um suposto paciente idoso.

Ele se defendeu das acusações, dizendo que jamais se passou por médico diplomado, mas sim por médico "naturopata". Depois de passar 21 meses sob detenção máxima, Love-Robinson foi libertado.

Apesar da alegação de fraude e roubo, além dos outros crimes que cometera, Love-Robinson foi liberado pela polícia na quinta-feira (31), mesmo dia na detenção.

Internacional