PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Pesquisa revela três espécies de tubarões que brilham no escuro

Cientistas acreditam que tubarões usam habilidade para atrair e fugir de presas - Reprodução/Frontiers in Marine Science
Cientistas acreditam que tubarões usam habilidade para atrair e fugir de presas Imagem: Reprodução/Frontiers in Marine Science

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/03/2021 12h16

Três espécies de tubarões que brilham no escuro foram fotografadas pela primeira vez na costa da Nova Zelândia.

Segundo a publicação da Frontiers in Marine Science, os tubarões das espécies tubarão-pipa (Dalatias licha), Etmopterus lucifer tubarão-lanterna-barriga-preta) e Etmoterus granulosus (tubarão-lanterna-do-sul) possuem habilidade luminosa mesmo quando estão no escuro.

"A bioluminescência tem sido frequentemente vista como um evento espetacular, porém incomum no mar, mas considerando a vastidão do mar profundo e a ocorrência de organismos luminosos nesta zona, é agora cada vez mais óbvio que a produção de luz em profundidade um papel importante na estruturação do maior ecossistema do nosso planeta", conta o estudo.

Os cientistas concentraram a pesquisa no tubarão-pipa, que passa a ser conhecido também como "tubarão gigante luminoso", chegando a medir 2 metros de comprimento. A maior espécie dos predadores aquáticos é o tubarão-branco, que pode chegar aos 6 metros.

Eles acreditam que os tubarões usam o brilho para atrair e se esconder de presas quando for conveniente: "O estudo da emissão de luz do tubarão-pipa, do tubarão-lanterna-barriga-preta e do tubarão-lanterna-do-sul pode aumentar nossa compreensão de suas funções de bioluminescência e possíveis relações de predação-presa entre essas espécies", relata.

Internacional