PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Criança de 9 anos morre após reação alérgica com comida na Disney

Pateta, Minnie, Mickey, Pato Donald, Pluto e Margarida em um dos parques da Disney - YOSHIKAZU TSUNO/Gamma-Rapho via Getty Images
Pateta, Minnie, Mickey, Pato Donald, Pluto e Margarida em um dos parques da Disney Imagem: YOSHIKAZU TSUNO/Gamma-Rapho via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/04/2021 13h59

Uma menina de nove anos morreu após ter uma grave reação alérgica a um pão de cachorro-quente em um passeio na Disney, nos Estados Unidos. De acordo com o Mirror, Ava-Grace Stevens passou o dia com sua família no parque temático em Orlando quando a tragédia aconteceu no dia 28 de outubro de 2019. Uma sindicância ouviu os pais hoje em Northamptonshire, no Reino Unido.

Ava teve uma reação alérgica ao leite de vaca em um pão de cachorro-quente comprado em uma loja. Apesar dos esforços de sua família e dos paramédicos, ela foi declarada morta no hospital. Um legista descreveu morte da criança como "trágica" e a considerou como acidental.

O pai de Ava, Geoffrey Stevens, disse na audiência que ele e sua esposa tiveram o cuidado de atender às necessidades alimentares de sua filha, mas os rótulos dos alimentos nos Estados Unidos não eram tão claros, com muitos "detalhes escondidos".

Conforme relataram, o irmão mais novo de Ava, Harrison, que também tem alergia, começou a "respirar de forma estranha" e seu rosto começou a "inchar" após consumir o alimento. O pai disse que "imediatamente" soube que os cachorros-quentes continham leite. De acordo com ele, os rótulos informavam o ingrediente "leite desnatado".

A princípio, Ava não demonstrou problema de saúde e o pai concentrou os primeiros socorros ao filho mais novo. Mais tarde, a mãe de Ava, Shelley viu que sua filha estava tendo uma reação, o que fez com que o rosto da garota ficasse cinza e a impedisse de respirar.

A sindicância ouviu que, antes do feriado, os pais da menina tomaram medidas para garantir que tudo estivesse seguro para seus filhos. Eles afirmaram ainda terem ido às compras no dia anterior verificando todos os ingredientes dos alimentos.

Uma vaquinha foi criada na internet no momento de sua morte e, desde então, arrecadou mais de 10.200 libras (cerca de R$ 79,8 mil) para a família.

Internacional