PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
15 dias

Herói! Labrador salva dono ao empurrá-lo e se jogar na frente de cascavel

Marley foi mordido na língua e no pescoço pela cascavel. - Arquivo Pessoal / Alex Loredo / GoFundMe
Marley foi mordido na língua e no pescoço pela cascavel. Imagem: Arquivo Pessoal / Alex Loredo / GoFundMe

Colaboração para o UOL, em Santos

24/06/2021 12h27Atualizada em 24/06/2021 12h27

Um cão labrador de 7 anos salvou a vida de seu dono ao protegê-lo do ataque de uma cascavel. Ao avistar a cobra, o animal lançou-se sobre ela, evitando o bote que preparava contra o jovem.

Alex Loredo, de 18 anos, estava levando a roupa suja para a casa de sua família em San Diego, Califórnia (EUA), quando ouviu um barulho vindo de debaixo da mesa que fica do lado de fora da residência.

Ao abaixar-se para verificar, deu de cara com uma cascavel, que já se preparava para dar o bote no adolescente, por se sentir ameaçada. Foi quando Marley, seu labrador de estimação, surgiu em seu socorro e saltou sobre a cobra.

"Antes mesmo que eu pudesse virar, Marley saiu correndo pela porta, me empurrou para fora do caminho e ficou entre mim e a cobra", contou Alex, em entrevista à emissora local da NBC.

"Meu coração simplesmente disparou. Meu primeiro pensamento foi: 'Oh, não, vou perder meu melhor amigo.'"

cascavel - iStock - iStock
A cobra cascavel é uma das que oferecem perigo aos seres humanos
Imagem: iStock

A cascavel conseguiu cravar suas presas em Marley duas vezes, uma em sua língua e a outra em seu pescoço, fugindo rapidamente após os ataques.

Alex imediatamente procurou ajuda médica. "Foi um pânico total. Meu coração estava disparado e eu não sabia o que aconteceria a seguir. Para ser completamente honesto, pensei que ele simplesmente morreria no carro."

Vaquinha para angariar fundos

Desde o ataque, Alex criou uma vaquinha no GoFundMe, que arrecadou mais de US$ 12.000 (cerca de R$ 59.200,00) para ajudar a pagar as contas médicas, depois que Alex contou que havia gastado todas as suas economias.

O jovem também revelou que o veterinário local não tinha disponível antídoto contra cascavéis, e ele teve que dirigir 25 minutos até um outro hospital veterinário da cidade.

Na página que criou para arrecadar fundos para ajudar o cão, ele conta que o focinho de Marley ficou muito inchado e ele começou a ter complicações respiratórias. O animal também começou a expelir sangue pela boca.

"Fiquei com muito medo, mas tentei manter a calma e pensar rápido, porque o tempo não estava do nosso lado. Consegui ligar com antecedência para o hospital, para fazer o check-in, e quando cheguei o técnico estava a postos, esperando meu melhor amigo".

Marley foi mantido no hospital por duas noites, e agora está se recuperando. Ele sofreu danos nos nervos da língua e da mandíbula e, no momento, está tomando medicamentos, e fazendo fisioterapia.

"Este foi o momento mais horrível da minha vida, não saber se o meu melhor amigo iria sobreviver", concluiu.

Internacional