PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Morre marido de professora vítima de massacre no Texas: 'morreu de luto'

Joe morreu após sofrer um ataque cardíaco dias após a esposa ser assassinada - John Martinez/Twitter
Joe morreu após sofrer um ataque cardíaco dias após a esposa ser assassinada Imagem: John Martinez/Twitter

Do UOL, em São Paulo

26/05/2022 17h41Atualizada em 26/05/2022 17h53

O marido de Irma Garcia, 48, uma das professoras assassinadas durante o massacre em uma escola primária de Uvalde, no Texas (EUA), na última terça-feira (24), morreu hoje após sofrer um ataque cardíaco. A informação foi confirmada pelo sobrinho da mulher John Martinez em comunicado nas redes sociais em que atribui a morte ao luto sofrido pelo homem.

"É com muito pesar que comunicamos que o marido da minha tia Irma, Joe Garcia, morreu por causa do luto. Eu realmente não tenho palavras para descrever como estamos nos sentindo. Por favor, rezem pela nossa família. Deus, tenha piedade de nós. Isso não é fácil", disse.

Joe e Irma estavam casados há 24 anos e tiveram quatro filhos, de 23, 19, 15 e 13 anos, apurou o veículo local Freep. Irma foi a professora vista se deitando sobre os alunos para protegê-los da ação do atirador Salvador Ramos, 18, que invadiu o colégio.

A família do casal abriu ontem uma vaquinha virtual para ajudar com as despesas do funeral e da família. A meta de US$ 30 mil (equivalente a R$ 142 mil) foi ultrapassada e, na tarde de hoje, cerca de US$ 240 mil (R$ 1,14 milhão) já tinham sido arrecadados.

Além de Irma, outra professora da escola, Eva Mireles, também morreu durante o ataque.

luto - Reuters - Reuters
Familiares e amigos das vítimas do massacre em Uvalde, no Texas
Imagem: Reuters

O massacre

O crime deixou, até o momento, 19 crianças e 2 professoras assassinadas, além do atirador, que foi morto pela polícia. A ação teve início por volta das 11h (horário local), dois dias antes do encerramento das aulas no distrito, que celebraria a formatura deste ano na sexta-feira (27). A unidade de ensino foi fechada logo após serem ouvidos os primeiros disparos.

A polícia de Uvalde chegou a anunciar a prisão do suspeito, às 13h06. Minutos mais tarde, em pronunciamento, o governador do Texas, Greg Abbott, identificou o atirador como sendo o estudante Salvador Ramos, de 18 anos, e alegou que ele foi baleado e morto durante o episódio.

O caso começa a pautar as discussões no país como um todo, envolvendo inclusive o presidente Joe Biden, cuja agenda inclui uma revisão nas regras de controle de armas de fogo nos Estados Unidos.

Em pronunciamento à nação, o presidente, falando da Casa Branca, disse que "perder um filho é como ter um pedaço de sua alma arrancado". "Há um vazio no seu peito e você sente que será sugado por ele. Nada mais é o mesmo", resumiu, antes de dizer que "é preciso fazer mais" e pedindo urgência aos legisladores.

Internacional