PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Aluno é pego com fuzis em escola no Texas, um dia após ataque que matou 21

Incidente ocorreu no Texas, mesmo estado do massacre de terça-feira (24) que vitimou 19 alunos e dois professores - Reprodução/Fox4News
Incidente ocorreu no Texas, mesmo estado do massacre de terça-feira (24) que vitimou 19 alunos e dois professores Imagem: Reprodução/Fox4News

Do UOL, em São Paulo

26/05/2022 12h25Atualizada em 26/05/2022 12h25

Um estudante de um colégio em Richardson, no Texas (EUA), foi pego com armas de fogo ontem, um dia após tiroteio em massa que matou 19 alunos e dois professores, também no mesmo estado norte-americano, segundo o jornal norte-americano Dallas News. Ele não chegou a atirar e foi preso.

O Departamento de Polícia de Richardson recebeu uma ligação às 10h55 relatando que um suspeito estava caminhando em direção ao colégio de Berkner. Ao chegarem à escola os policiais iniciaram uma investigação, mas não encontraram nada, segundo comunicado. O aluno descrito foi encontrado sem objetos perigosos.

Após expandirem as buscas, a polícia descobriu uma arma estilo AK-47 e uma réplica do rifle Orbeez estilo AR-15 dentro de um veículo usado pelo suspeito no estacionamento próximo ao local, de acordo com o jornal canadense Global News.

A polícia realizou um bloqueio no colégio e numa escola primária das redondezas por quase uma hora. Nenhuma arma foi encontrada dentro do colégio, segundo a diretora Kristy Cage, em email enviado aos pais e responsáveis.

Os policiais identificaram o suspeito como estudante do colégio e ele foi preso sob a acusação de porte ilegal de armas em uma zona escolar livre de armas, considerado crime passível à prisão no Texas.

"Nenhuma informação adicional está sendo divulgada sobre o suspeito devido à sua idade", disse a corporação.

Internacional